Petistas transformam lei sobre peixes em máquina para expandir os objetivos do movimento homossexual no Brasil

Petistas transformam lei sobre peixes em máquina para expandir os objetivos do movimento homossexual no Brasil

Atualizado: Terça-feira, 17 Março de 2009 as 12

O peixe é a isca: projeto de lei sobre pesca vira "peixe-de-tróia" da agenda gay

Algo está cheirando a peixe podre no governo do rei Lula. Como se já não bastassem os cavalos-de-tróias para promover leis anti-"homofobia", agora o PT criou o "peixe-de-tróia". Está tramitando no Congresso Nacional o PL 3960/2008, de autoria do Poder Executivo, o qual dispõe sobre o Ministério da Pesca e Aquicultura.

Aparentemente, a intenção original do projeto era lidar apenas com peixes. Mas então, políticos petistas tiveram a inspiração de sequestrá-lo para outro objetivo. Afinal, quem é que desconfiaria que a agenda gay poderia vir embutida numa legislação sobre peixes? Foi com tal inspiração que a deputada Irini Lopes (do PT do Espírito Santo) apresentou a emenda 34 ao PL 3960/2008.

Normalmente, a emenda de um projeto de peixes deveria tratar apenas de peixes. Contudo, a emenda 34, conforme o Dr. Paulo Fernando de Melo explica, estabelece "o Conselho Nacional com inúmeros cargos para gays, bissexuais, travestis e transexuais, equiparando-o aos Conselhos da Criança e do Adolescente, ao Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa Portadora de Deficiência e ao Conselho Nacional dos Direitos do Idoso".

Em si, a emenda 34, que nada tem a ver com peixes, cria o "Conselho Nacional de Promoção da Cidadania de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais", com cargos de salários elevados. Além disso, a emenda diz:

Por fim, a alteração proposta altera o atual Conselho Nacional de Combate à Discriminação, que passa a trabalhar com foco e denominação mais específicos, referentes aos direitos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais - LGBT, uma vez que as demais competências já encontram forum específicos, a saber: o Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial - CNPIR, que tem "por finalidade propor, em âmbito nacional, políticas de promoção da igualdade racial com ênfase na população negra e outros segmentos étnicos da população brasileira, com o objetivo de combater o racismo, o preconceito e a discriminação racial e de reduzir as desigualdades raciais, inclusive no aspecto econômico e financeiro, social, político e cultural, ampliando o processo de controle social sobre as referidas políticas".

O relator do PL 3960/2008 é o deputado José Cirilo (do PT do Ceará).

O projeto está tramitando em caráter de urgência e, se não houver oposição, o "peixe-de-tróia" vai passar despercebido por uma maioria de deputados habitualmente desatenta às tramas e más intenções do governo.

Depois do "peixe-de-tróia", o que mais os esquerdistas planejarão? Insinuarão que os peixes são contra a "homofobia"?

Aliás, bem ao estilo comunista que impõe em tudo propaganda enganosa para suas políticas absurdas, a campanha "Brasil Sem Homofobia" quer atingir terra, mar e céu — tendo já inundado o Brasil com panfletagem homossexual, querendo agora usar os peixes do mar e, se Deus deixasse, os petistas pregariam adesivos "Céu sem homofobia" nas asas dos anjos.

Quando o assunto é sodomia, a depravação socialista não tem limites. Se não poupam nem crianças das escolas, como pouparão os peixes?

Julio Severo é escritor, autor dos livros "Orações Proféticas" e "O movimento sexual" e de cinco obras publicadas na internet (e-books): "A agenda gay e a sabotagem dos Direitos Humanos", "Abortos no Silêncio"; "As ilusões do Movimento Gay", "Eutanásia: Matando os doentes, os deficientes e os idosos em nome de compaixão". Tradutor das obras "De volta ao Lar", de Mary Pride , e "O Deus do Sexo", de Peter Jones.

Conheça outros textos de Julio Severo:

www.juliosevero.com

veja também