PIB de São Tomé e Príncipe completa 12 anos

PIB de São Tomé e Príncipe completa 12 anos

Atualizado: Terça-feira, 7 Junho de 2011 as 1:18

A Primeira Igreja Batista em São Tomé e Príncipe acaba de completar 12 anos. As celebrações por esta tão importante data duraram três dias, de 20 a 22 de maio. A equipe missionária atual, formada pelo pastor Levi e sua esposa Lúcia Godinho e pelas missionárias Aline Caetano e Renata Santos, além dos obreiros da terra, interagiu com a comunidade de São Marçal através de filmes evangelísticos, de serviços clínicos, de estética e de beleza e pela distribuição de cestas báscias. Foram momentos não só de comunhão, mas de salvação de vidas, com dez pessoas se decidindo por seguir a Cristo.

A igreja foi organizada no dia 23 de maio de 1999 pelos ex-missionários de Missões Mundiais, pastor Elias Balbino de Lima e Marta de Jesus Nogueira de Lima. A sala de madeira construída para realização dos cultos, que era provisória, acabou se tornando permanente e assim foi durante muito anos. Mas, em 17 de julho de 2010, o templo atual da igreja, de alvenaria, medindo 12 metros por 22 metros, começou a ser erguido e ficou pronto em quatro meses, com galeria e gabinete pastoral.

Com a ajuda dos irmãos brasileiros já foi possível colocar o teto da igreja. Contudo, ainda existem outras necessidades. Faltam recursos para eletricidade, reboco externo e interno, banheiros, cerâmica, forro, cadeiras, ventiladores e aparelhagem de som.

Os missionários investem bastante no treinamento da liderança local para que os irmãos de São Tomé e Príncipe tenham condições de prosseguir com a obra batista no país. Hoje, a igreja realiza um profícuo trabalho de evangelização na Cadeia Central de São Tomé. Nesses 12 anos de história, a igreja de São Tomé sempre agradeceu às igrejas e aos irmãos no Brasil que atenderam o chamado de Deus para contribuir para o seu crescimento.

A estrutura batista em São Tomé conta ainda com mais uma igreja e duas congregações, todas com missionários de Missões Mundiais. Na região norte da ilha a Segunda Igreja Batista de Santa Catarina é dirigida pelo obreiro da terra e pastor Armindo Fausto. A igreja é responsável pelo Programa de Educação Pré-Escolar (Pepe), que atende 105 crianças. E na Congregação Nova Jerusalém estão o líder nacional Esmael Quaresma e a missionária Aline Caetano. Ela também atende um grupo de pessoas em Lemos, onde será aberta uma nova congregação. Aline também iniciou, recentemente, uma escolinha de futebol para 50 crianças. Há necessidade de bolas, chuteiras e uniformes.

Já a Congregação Batista em Nova Olinda tem como líderes a missionária Renata Santos e os são-tomenses Abdulay e Adelino. Nesse espaço funciona o projeto Sala de Leitura, que atende 25 crianças. “A luta agora é para que o governo aprove a abertura de um novo Pepe nessa comunidade, orem por isso”, pede a missionária, que espera o apoio dos batistas brasileiros para adquirir um terreno para a construção de uma igreja batista nessa comunidade tão carente.

Se você deseja ajudar a obra batista em São Tomé e Príncipe basta ligar para o Programa de Adoção Missionária (PAM) da Junta de Missões Mundiais: (21) 2122-1910 de cidades com DDD 21 ou 0800 709 1900 para demais localidades.    

veja também