PMs que faziam segurança de culto evangélico são alvejados no Rio

PMs que faziam segurança de culto evangélico são alvejados no Rio

Atualizado: Sexta-feira, 4 Junho de 2010 as 8:53

A polícia do Rio investiga o ataque a dois policiais militares na madrugada desta quinta-feira. Eles foram baleados na Avenida Brasil, altura da Cidade Alta, em Cordovil, Zona Norte do Rio, após surpreendidos por integrantes de um Volkswagen Fox que os seguia desde Guadalupe. O cabo e o soldado, identificados respectivamente como Véter Marques Pessoa e Everton Bruno da Silva, estavam no Chevrolet Omega blindado com placa de São Paulo (DPP-1551) e foram atingidos na perna esquerda e no braço direito. De acordo com informações da PM, os dois foram atendidos no Hospital Geral de Bonsucesso e os ferimentos são leves.

As informações iniciais revelam que o cabo Vérter seria lotado na 1ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), no Palácio Guanabara, sede do Governo do Estado. Os militares que lá são lotados prestam serviços de segurança e guarda ao palácio e para a família do governador Sérgio Cabral. O soldado Everton Bruno trabalha no 19º BPM (Copacabana). No momento do ataque os PMs seguiam em direção ao Centro do Rio a partir de Campo Grande, na Zona Oeste da cidade. A polícia recebeu informações de que os dois prestavam segurança a um bispo da Igreja Mundial do Poder de Deus após um culto realizado no Centro Esportivo Miécimo da Silva.

A ação religiosa em Campo Grande teria arrecadado uma grande soma em dinheiro, que seria transportado pelos policiais para um lugar não divulgado no Centro do Rio. Na altura de Cordovil, eles foram atacados por um grupo de três a cinco homens, que efetuaram vários disparos de fuzil - o carro tem pelo menos 10 perfurações. Três mulheres, identificadas como Paulenita das Neves, de 53 anos, Eunice da Cruz Santana, de 39 e Rita de Cassia Barreto, de 33, acompanhavam os PMs e foram atingidas por estilhaços, mas passam bem. A ocorrência foi registrada na 38ª DP (Brás de Pina).

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também