PMVV admite que praia da Costa não comporta mais o Jesus Vida Verão

PMVV admite que praia da Costa não comporta mais o Jesus Vida Verão

Atualizado: Sexta-feira, 3 Abril de 2009 as 12

"Nós, administração pública de Vila Velha, entendemos hoje que é necessário rediscutir o local de realização do Jesus Vida Verão, considerando que o evento atrai um público acima das 100 mil pessoas, como foi no último dia do festival. O local não comporta um público desse, o que provoca vários transtornos de todas as naturezas para a sociedade da região. Nós entendemos que eventos religiosos que pregam o nome de Jesus não podem se tornar um transtorno para a sociedade".

A afirmação é do secretário de Defesa Social de Vila Velha, Ledir Porto, entrevistado no programa CBN Cotidiano, na tarde desta quinta-feira (2). Em 15 ou 20 dias sai o resultado de uma consulta feita em dois dias, durante o carnaval deste ano, com 450 pessoas entre turistas, moradores, comerciantes, barraqueiros e quiosqueiros. O resultado disso pode ser a retirada do evento das areias da Praia da Costa na programação do Verão 2010.

"O indicativo, até o momento, desta consulta é que a Praia da Costa já não comporta mais um evento como o Jesus Vida Verão naquele local", afirmou.

O Jesus Vida Verão virou alvo de uma Ação Civil Pública desde o final de 2001, movida pelo Ministério Público contra o município de Vila Velha. O processo tem o intuito de não extinguir o evento, mas de remanejá-lo para um outro local mais viável estruturalmente.

Em Janeiro deste ano, o organizador do evento, o pastor Evaldo Carlos dos Santos, afirmou em entrevista à Rádio CBN que a Igreja não vai abrir mão do espaço na orla.

Os comerciantes da orla sugeriram que a festa evangélica fosse transferida para a Prainha, mas a hipótese foi rejeitada pela organização. Segundo o pastor Evaldo, o evento é praiano e não tem sentido ser realizado em outra localidade.

veja também