População evangélica é alvo de candidatos à prefeitura de Manaus-AM

População evangélica é alvo de candidatos de Manaus-AM

Atualizado: Quinta-feira, 12 Julho de 2012 as 10:59

131.828 habitantes de Manaus-AM, entre 16 e 69 anos, são membros da Assembleia de Deus. Outros 38.805 fiéis são de Igrejas Batistas e 24.041 da Igreja Universal do Reino de Deus.

Esses dados foram divulgados pelo IBGE e despertaram interesse dos candidatos a prefeito de Manaus.

Sabino Castelo Branco (PTB) e Pauderney Avelino (DEM) são dois candidatos que admitem a busca por diálogo com representates evangélicos. “Vamos conversar com pastores da Igreja Quadrangular, da Assembleia de  Deus, com Renê Terra Nova (do Ministério da Restauração, de origem Batista)”, afirmou Sabino.

O vice de Pauderney é Ivo de Assis (PRB), membro da IURD, que diz que a coligação terá propostas segmentadas.

Arthur Neto (PSDB) não concorda com a exploração da fé para a campanha eleitoral. “Evangélicas ou não, as pessoas querem uma cidade bem governada. Vamos dar atenção mas nada que pareça explorar a boa-fé”, disse.

O candidato do PSB, Serafim Corrêa, relatou que a coligação ainda não definiu estratégias. O candidato do PR, Henrique Oliveira, se declarou contra a ligação de religião e política.

“Eles votam em quem os pastores pedem e as consequências, em geral,  geram parlamentares sofríveis. Basta olhar para a bancada evangélica. O que ela contribuiu com os problemas da cidade? Nada”, disse o sociólogo e professor da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) Luiz Antônio Nascimento.

Leia também:

Candidatos à prefeitura do Rio buscam eleitores evangélicos

O filme 'Corajosos' chega ao Brasil esse mês pela Sony Music


com informações do D24AM

veja também