Pr. Josué Gonçalves exorta pastores sobre vida familiar

Pr. Josué Gonçalves exorta pastores sobre vida familiar

Atualizado: Quinta-feira, 2 Dezembro de 2010 as 11:26

Existem famílias de pastores que precisam de cura. Esta foi a constatação de uma pesquisa norte-americana, revelada pelo pastor Josué Gonçalves durante sua ministração na manhã desta quinta-feira (02/12), na 2ª Eslavec. De acordo com os pesquisadores, 80% dos pastores acreditam que seu ministério tem enfraquecido a vida familiar; 70% estão com menos autoestima do que quando iniciaram os trabalhos na obra do Senhor; 50% estão no ministério apenas por conveniência e 37% já tiveram atitudes ilícitas com membros da igreja.

Os dados apresentados chocaram o público masculino presente na primeira conferência desta quinta-feira, fazendo-os refletir sobre seu chamado e ministério. “Afinal, que vantagem teria para o pastor ganhar uma cidade inteira para Jesus e perder sua família, que é a modeladora da ordem social e do caráter?”, questionou o pastor Josué. “Se perder sua família, perdeu seu maior patrimônio. Mas ainda há tempo para curá-la”, advertiu para o público masculino da Escola de Líderes que o assistia.

Para saber se a família do pastor precisa de cura, o preletor enumerou alguns sinais de problema no lar: a falha na construção do caráter do filho e a perda da autoridade em casa. “Os filhos precisam ser confrontados, discipulados, para não se tornarem profanadores e disseminar escândalo. Quando o pastor tem um filho mau caráter e mentiroso, não se deve perguntar que tipo de filho tem, mas que tipo de pai criou o filho. Quem não é capaz de liderar a própria casa, não é capaz de liderar o povo de Deus”, exortou o preletor, que é especialista em família.

Durante a mensagem, ele também apontou os principais erros do marido: não honrar a esposa em público; não investir no crescimento da esposa, deixando-a apenas à sua sombra como uma empregada de luxo; não dar o que toda mulher deseja: afetuosidade; não honrar os sogros; não reconhecer as carências da cônjuge; não ser fiel e amigo dela.  

veja também