Prédio da Rede Gospel é interditado

Prédio da Rede Gospel é interditado

Atualizado: Quinta-feira, 12 Fevereiro de 2009 as 12

O prédio em que funciona a Rede Gospel, da Igreja Renascer em Cristo, foi interditado pela Subprefeitura da Sé, na última terça-feira, 10 de fevereiro, em São Paulo. A sede estava funcionando irregularmente desde 2007. Em 30 de janeiro, a Subprefeitura da Sé deu um prazo de dez dias para que a emissora estabelecesse todas as condições necessárias para funcionamento.

A interdição foi apressada pela queda do teto da sede da Igreja Renascer, em 18 de janeiro. O acidente causou nove mortes. Com o desabamento do teto da sede da Renascer, as autoridades e a mídia ficaram mais atentas à segurança dos edifícios da Igreja Renascer em Cristo - um deles é exatamente a sede da Rede Gospel, que fica na mesma avenida da sede da Igreja, onde houve o acidente.

Segundo a assessoria de imprensa da Renascer, a reforma já está em andamento e uma  empresa especializada e credenciada foi contratada. E todo o projeto técnico em execução havia sido protocolado junto ao Corpo de Bombeiros, dentro do estabelecido e já no final do ano passado. A assessoria afirma que a TV precisaria de um prazo maior para o término da obra.

A assessoria informa ainda que uma vez que o sinal não é transmitido dali, a Rede Gospel continua no ar normalmente. As gravações em estúdio estão paralisadas, mas já há programação gravada, e espera-se a normalização o mais rapidamente possível. E que faltam apenas alguns reparos para a finalização da execução do projeto técnico apresentado, de forma a garantir as totais condições de segurança do imóvel e sua conseqüente regularização total.

De acordo com a Subprefeitura, caso a Renascer consiga adequar todos os itens de segurança, o prédio pode ser reaberto. Se pelo contrário, a Renascer forçar o funcionamento da TV no local, a igreja pode receber uma multa e enfrentar um inquérito policial.

Fontes: Comunique-se e Assessoria Renascer

veja também