Prefeito de Recife favorece evangélicos

Prefeito de Recife favorece evangélicos

Atualizado: Sexta-feira, 25 Novembro de 2011 as 8:29

Na expectativa de ser o candidato oficial da Frente Popular de Pernambuco à reeleição, o prefeito do Recife, João da Costa (PT), decidiu também atuar em outra frente para fortalecer seu nome em 2012. Para um auditório lotado de líderes evangélicos, o petista anunciou, ontem, na sede da prefeitura, o envio do projeto que visa flexibilizar a regularização e funcionamento dos templos religiosos na cidade para apreciação da Câmara de Vereadores do Recife (mais na C2). O gesto do prefeito surtiu efeito imediato em favor de sua campanha. Vários religiosos presentes trataram de parabenizá-lo pela iniciativa e lembraram da força dos evangélicos.

Durante a solenidade, o presbítero da Assembleia de Deus e deputado estadual, Adalto Santos (PSB), disse que João da Costa seria recompensado. “Tudo o que se faz para Deus tem recompensa. Deus vai lhe recompensar”, enfatizou o religioso. De acordo com o pastor da Assembleia de Deus, José Luiz da Silva, há no Recife de 400 a 450 pontos de pregação, muitos deles sem qualquer regulamentação. A participação do gestor no evento evangélico ocorre duas semanas depois da presença dele na Caminhada dos Terreiros, promovida no Marco Zero, por umbandistas da capital.

Ao ser questionado sobre a ajuda que a comunidade religiosa poderia dar a sua campanha, o prefeito declarou que não dava para misturar política com religião. “Não se pode envolver Deus com política. Tem que separar. A compensação que o pastor falou é eu poder receber muita luz para guiar minhas decisões, sabedoria para governar o Recife e humildade para saber que a gente não faz nada sozinho”, argumentou o prefeito para, em seguida, deixar no ar que toda ajuda é bem-vinda. “Espero que a compensação seja uma compensação muito boa”, brincou.

O bispo da Igreja Universal do Reino de Deus do Recife, Osséssio Silva, afirmou que a comunidade evangélica estava feliz com o gesto do prefeito. “O senhor está nos chamando para ouvir e apresentarmos sugestões. Em nenhum estado onde passei tivemos essa oportunidade”, enfatizou.

O projeto foi enviado em regime de urgência para a Câmara. Em seu discurso, o prefeito demonstrou ter pressa na aprovação desse projeto. João da Costa pediu aos vereadores empenho na aprovação no Legislativo. O líder do governo, vereador Luiz Eustáquio, e o ex-líder do governo, Josenildo Sinésio (PT) participaram da cerimônia. “Cabe à bancada evangélica se mobilizar para a votação”, comentou o prefeito.     Com informações do Diario de Pernambuco

veja também