Prefeito maranhense sanciona a lei que cria o Dia do Evangélico

Prefeito maranhense sanciona a lei que cria o Dia do Evangélico

Atualizado: Quarta-feira, 20 Outubro de 2010 as 2:11

O prefeito Dione Alves sancionou a Lei Municipal nº 159/2010, que institui o Dia Municipal do Evangélico, a ser comemorado no terceiro sábado do mês de outubro, de cada ano, uma ideia do pastor João Xavier

A proposta foi uma iniciativa do pastor João Batista Xavier, da igreja Assembleia de Deus, no município de Ribamar Fiquene, durante encontro mantido com o prefeito Dioni Alves (PSDB). O projeto de lei foi encaminhado à Câmara Municipal que, após cumprir a tramitação normativa, apreciou e aprovou a matéria na sessão ordinária de sexta-feira (15), por unanimidade dos parlamentares municipais.

O prefeito sancionou a Lei Municipal nº 159/2010, que institui o Dia Municipal do Evangélico, a ser comemorado no terceiro sábado do mês de outubro, de cada ano, uma ideia do pastor João Xavier. A data foi festivamente comemorada pelas representatividades das igrejas evangélicas do município, que na tarde de sábado (16) fizeram uma grande caminhada pelas principais ruas da cidade, além de celebrarem culto no Largo da Rádio Sumaúma, com a presença de centenas de pessoas evangélicas e não evangélicas. A celebração foi prestigiada por visitantes de Campestre, Arraias, Lajeado, Governador Edison Lobão, Montes Altos e Imperatriz.

Para o pastor João Batista Xavier, a data incentivará a festividade que será promovida a cada ano por meio de parcerias com as entidades representativas do segmento, realizando eventos públicos para a comunidade evangélica e a sociedade.

De acordo com a aprovação e a sanção governamental, a data passará a integrar o calendário oficial dos feriados no município com o Dia Municipal do Evangélico, afirmou o presidente da Câmara, vereador Genival Fonseca, que no ato público representou o prefeito Dioni. A lei aprovada pelos vereadores Betânia Edivirgens, Raimundinho da Lobão, Régis, Adão Marinho, Reginaldo, Pedro Silvino, Júlio César e Arcanja Lima visa reconhecer o trabalho de evangelização desenvolvido por tão importante movimento de cristandade.

Quando sancionava a lei, o prefeito Dioni Alves destacou que a iniciativa tomada pelo Poder Executivo e o Poder Legislativo foi no sentido de reconhecer o papel social dos evangélicos de Ribamar Fiquene e trazer para cada igreja a oportunidade de comemorar um dia especial aos evangélicos.

veja também