Prefeitura embarga igrejas evangélicas por excesso de barulho

Prefeitura embarga igrejas evangélicas por excesso de barulho

Atualizado: Sexta-feira, 13 Março de 2009 as 12

O excesso de barulho causado por igrejas da Assembléia de Deus, em Santos (SP), fez com que a Secretaria Municipal de Finanças (Sefin) emitisse quatro autos de embargo desde o ano passado a templos espalhados pela Cidade.

Dois foram emitidos no ano passado, e ainda estão em vigor, e outros dois são deste ano.

As igrejas embargadas ficam nas avenidas Manoel Nascimento Júnior, nº 88, Rua Padre Leopoldo Bretano, nº 606 (Bom Retiro), Avenida Nossa Senhora de Fátima, nº 529 (todas na Zona Noroeste) e Rua Alfaia Rodrigues, nº 575 (Aparecida).

Segundo a Assembléia de Deus, a igreja da Rua Leopoldo Bretano foi transferida para outro local. A da Av. Nossa Senhora de Fátima está fazendo adaptações físicas e de documentação. Já as igrejas da Rua Alfaia Rodrigues e da Rua Manoel Nascimento Júnior precisam passar por reforma.

Igrejas católicas

Além dos autos de embargo a igrejas da Assembléia de Deus na Cidade, a Prefeitura emitiu, no dia 19 de fevereiro, na edição do Diário Oficial, 28 intimações a igrejas católicas pedindo a apresentação de laudos de vistoria técnica. As intimações foram feitas um mês após a tragédia ocorrida no templo da Igreja Renascer, na Zona Sul de São Paulo, quando o teto da igreja desabou e nove pessoas morreram e mais de 100 ficaram feridas.

Segundo a Sefin, todas as igrejas foram notificadas e estão providenciando os documentos necessários.

veja também