Presbiterianos vão decidir em Concílio ordenação de mulheres

Presbiterianos vão decidir em Concílio ordenação de mulheres

Atualizado: Segunda-feira, 26 Julho de 2010 as 10:51

#feature-wrapper,#carousel_control,#featured_posts {display:none;padding:0;margin:0;} .post { margin:0 0 15px; padding: 15px 15px; background:#fff url(http://2.bp.blogspot.com/_lxBSX0YJV58/SwQkg_x07sI/AAAAAAAAAi0/CGdD6bqHwXM/s1600/box-bg.gif) repeat-x top left !important; border:2px solid #eaeaea; } .post-body { padding-bottom:10px; margin:0; line-height:1.6em; background: url(http://4.bp.blogspot.com/_lxBSX0YJV58/SwQk0u1fWeI/AAAAAAAAAj8/KZzJfqsEaNg/s1600/dot.gif) repeat-x bottom; } .post h3 { width:543px; margin: 0px 0px; padding: 7px 0px 15px 0px; font-size: 22px; background: url(http://4.bp.blogspot.com/_lxBSX0YJV58/SwQk0u1fWeI/AAAAAAAAAj8/KZzJfqsEaNg/s1600/dot.gif) repeat-x bottom; } Depois de um intenso debate, a Assembléia Geral da Igreja Nacional Presbiteriana do Méixo (INPM), reunida em Toluca, decidiu, na quinta-feira, 22, realizar um Concílio Teológico em julho de 2011 para decidir sobre a ordenação feminina ao ministério sacerdotal.

O Sínodo do Centro encaminhou pedido formal à Assembléia, uma vez que algumas igrejas locais ordenaram mulheres como anciãs ou diaconisas. Concílio realizado em 2006 decidiu pela não-ordenação de mulheres ao sacerdócio.

Para que o Concílio de 2011 se realize, ficou acordado que as mulheres ordenadas terão que abrir mão da ordenação. O Concílio será organizado pelo Ministério da Educação da Igreja, liderado pelo ex-vice-presidente da denominação, pastor Barnabé V. Bautista, autor de folheto, publicado em 1988, que atacava a ordenação feminina.

veja também