Primeira Bispa do Brasil, Sônia Hernandes fala sobre mulheres à frente de ministérios

Sônia Hernandes fala sobre mulheres à frente de ministérios

Atualizado: Quinta-feira, 8 Março de 2012 as 8:55

Dedicada ao evangelho desde menina, Sônia Hernandes já pregava aos 10 anos e aos 12 era digirente de louvor.

Primeira mulher consagrada bispa no Brasil, Sônia também foi a primeira mulher a pregar em púlpitos, rádios, Tv.

Quando perguntada pelo GUIAME se acredita que ainda haja preconceito quanto ao ministério feminino ou mulheres que têm receio de assumir ministérios, ela afirma que existem os dois.

"Mas, graças a Deus, é muito menor do que a 20 anos atrás quando eu comecei. Deus tem quebrado essas barreiras. Nós temos apóstolas, bispas, pastoras, missionárias, servas desbravadoras, ministras de louvor para honra e glória de Jesus", comemora a bispa.

Sônia Hernandes acredita que a mulher é capacitada para desenvolver os diversos papéis como esposa, mãe, filha, amiga, ao mesmo em que desenvolve a vida ministerial.

"As pessoas pensam que não dá para coordenar, mas dá sim. Você pode ser de bem com a vida nos relacionamentos, no ministério, como mulher, mãe, etc", diz ela.

'De Bem Com a Vida' é o lema adotado pela Bispa. Ela explica que ele é fruto de uma vida compromissada com o evangelho que garante uma vida feliz e realizada aos que crêem.

Em 2011, Bispa Sônia lançou a 'Bíblia da Mulher De Bem Com a Vida', a primeira com comentários de uma mulher não só no país, mas na América Latina.

E ela fala da importância de a mulher cristã não só ler, mas entender o que diz a Palavra de Deus. "Não adianta nada ler a Bíblia e não entender, e só entende quem conhece a Deus. É como uma criança pequena que a mãe só entende porque conhece."

por Juliana Simioni

veja também