Primeiro bispo gay assumido deve se aposentar em 2013

Primeiro bispo gay assumido deve se aposentar em 2013

Atualizado: Terça-feira, 9 Novembro de 2010 as 9:11

O primeiro bispo episcopal assumidamente gay, o americano Gene Robinson, anunciou que deve deixar o posto em 2013, aos 65 anos, após ameaças de morte e a controvérsia de sua nomeação terem causado "constante tensão" em sua família.

Robinson, da Diocese Episcopal de New Hampshire, era gay assumido quando foi nomeado bispo, em 2003. A decisão causou reações tão surpreendentes que ele passou a usar colete a prova de balas.

"O fato é que os últimos sete anos tiveram um alto preço para mim, para minha família e para vocês", escreveu Robinson em mensagem publicada no site da diocese.

"Ameaças de morte, e agora a controvérsia mundial por vocês terem me eleito bispo têm sido uma constante tensão, não apenas para mim, mas para meu amado marido, Mark, que fielmente continuou comigo a cada minuto dos últimos sete anos."

Sua nomeação como bispo - a primeira de um padre assumidamente gay em qualquer religião cristã - dividiu a igreja de tal forma que a Convenção Geral de 2006 pediu uma moratória para "qualquer candidato à vida episcopal cujo estilo de vida represente um desafio à igreja no mundo."

Em julho de 2009, a igreja votou pelo fim da moratória, apesar de o assunto ter criado divisões dentro da Igreja Anglicana.

Algumas paróquias nos EUA responderam rompendo relações com a igreja americana e se alinhando com os bispos anglicanos conservadores na África e na América do Sul.

A Igreja Episcopal é um ramo da Comunidade Anglicana nos EUA, cuja origem é a Igreja da Inglaterra.

veja também