Projeto de Faculdade recebe pastor do P-70 em Montes Claros

Projeto de Faculdade recebe pastor do P-70 em Montes Claros

Atualizado: Sexta-feira, 2 Setembro de 2011 as 12:44

O Projeto Intervalo com Deus, coordenado pelo Setor de Extensão das Faculdades Santo Agostinho, recebeu na noite dessa quarta-feira (31) no Teatro Santo Agostinho o pastor Jairo Campos, do P-70 Church, Igreja Batista em Montes Claros. Jairo Campos, antes de falar aos acadêmicos, contou que é natural do Rio de Janeiro, casado, tem oito filhos. Exerceu a medicina por seis anos como cirurgião, morou nos EUA por 10 anos, onde fez mestrado. Como mesmo conta, recebeu um chamado de Deus para ser pastor e veio para Montes Claros por meio do Projeto 70 (P-70), que revitaliza e implanta igrejas batistas no norte de Minas.

Que é a verdade? O Pr. Jairo Campos chamou a atenção dos acadêmicos sobre o texto de João 18:32, no qual Pilatos tem um tenso dialogo com Cristo antes de condená-lo. No texto, Pilatos o questiona sobre o seu reino e o que seria a “verdade”.

  A passagem bíblica, segundo o pastor, deve motivar os acadêmicos que, na longa caminhada de preparação em um curso superior, se deparam com questionamentos que colocam à prova a vida, o trabalho, a família e principalmente os valores éticos e morais. Para ele, os jovens estudantes devem saber o que realmente os motiva a deixar família, investir tempo e recursos durante a preparação acadêmica.

“Jesus disse: eu para isso nasci, e para isso vim ao mundo, a fim de dar testemunho da verdade”, acrescenta o Pr. Jairo, ao citar novamente a passagem bíblica, destacando que os acadêmicos devem levar consigo referências familiares, valores cristãos e a verdade absoluta de Cristo.

O evento encerrou com uma oração coletiva e uma reflexão sobre a verdade, que pode parecer algo de difícil definição. Mas, segundo o pastor, Jesus falava sobre a verdade como algo concreto e objetivo, todavia, “muitos deixam de considerar a presença de Deus materializada em suas vidas e acabam ido na onda da multidão, que acabou optando por crucificar Jesus Cristo”, finaliza o pastor.

veja também