Propriedade particular de Deus

Propriedade particular de Deus

Atualizado: Sexta-feira, 22 Março de 2013 as 10:49

 

placaLeitura BíBLica: Deuteronômio 26.16-19
 
Hoje o Senhor declarou que vocês são o seu povo, o seu tesouro pessoal (Dt 26.18).
 
Não há maior privilégio do que obedecer a Deus e ser sua propriedade particular. O que nos impressiona no texto da leitura de hoje é Deus declarar que Israel é o seu povo, seu tesouro pessoal; em outras palavras, uma propriedade particular. E a condição para manter esse privilégio era a obediência às suas ordenanças.
 
Contudo, Israel falhou clamorosamente neste aspecto. Mesmo assim Deus renovou diversas vezes a sua promessa de fazer dos israelitas seus embaixadores neste mundo, a ponto de enviar seu Filho Jesus Cristo a nós por meio deles. Entretanto, eles o rejeitaram, entregando-o à morte numa cruz. Assim, também não puderam tornar-se portadores do evangelho, a mensagem do amor de Deus dirigido a todos os homens por intermédio do seu Filho. Deus então acrescentou outros povos para formarem junto com os israelitas a Igreja – sua nova propriedade particular (Tt 2.14) – uma nação espiritual (os cristãos – aqueles que entregaram o comando da sua vida a Jesus Cristo). Mas com que finalidade? O apóstolo Pedro escreve na sua primeira carta: “Vocês ... são geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo exclusivo de Deus, para anunciar as grandezas daquele que os chamou das trevas para a sua maravilhosa luz” (1Pe 2.9).
 
É importante não perder de vista o objetivo de Deus com essa sua propriedade. Seu propósito com os cristãos é que proclamem o evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo a todos aqueles que ainda não o conheçam.
 
Isso, porém, não é motivo de orgulho, mas de gratidão e temor. No passado, Deus rejeitou os que lhe desobedeceram, e Jesus disse que, se seus seguidores se calarem, até as pedras poderão clamar (Lc 19.40). Por que cederíamos nós os privilégios de quem pode anunciar o amor de Deus na qualidade de quem lhe pertence diretamente a... pedras? – MM
 

veja também