Qual é o motivo para tanto ódio contra o deputado Marco Feliciano?

A culpa é do Marco Feliciano! do Papa também.

Atualizado: Segunda-feira, 8 Abril de 2013 as 8:17

 

Qual é o motivo para tanto ódio contra o deputado Marco Feliciano?

Numa época em que temos um Feliciano desrespeitando os direitos humanos, grito o meu amor aos 7 ventos. Quem sabe haja ainda alguma lucidez no Congresso Brasileiro!”.

Em meio a um comunicado, a cantora Daniela Mercury assumiu o seu casamento com outra mulher.

A pergunta é: o que tem a ver o pastor Marco Feliciano e a Comissão de Direitos Humanos com o casamento dela?

Em que Feliciano desrespeitou a cantora?

A opinião do pastor é a mesma que milhões de pessoas no Brasil, incluindo Evangélicos, católicos e outras religiões. Sem falar que a maioria absoluta dos lideres evangélicos e o líder máximo da Igreja Católica (Papa Francisco), compartilham do mesmo parecer do presidente da Comissão de Direitos Humanos no que diz respeito à família.

Voltando ao assunto já comentado, o que esta em jogo não são os Direitos Humanos, mas sim a reivindicação deste segmento (gay).

Como a PL122 não teve êxito (estratégicamente foi retirado), querem fazer desta comissão a “casa” particular deste grupo e de uma forma abusiva, desrespeitosa e sem dizer do  princípio do contraditório (que é o principio da Democracia), querem impor as suas regras e costumes.

O fato de o presidente ter um posicionamento diferente destes que “gritam” por liberdade e “direito humanos”, não é diferente dos presidentes de outras comissões, que têm em suas comissões, muitas vezes, posições antagônicas entre a presidência, os membros da comissão e o próprio segmento em questão.

Estamos, sim, diante de uma “cortina de fumaça” e querendo “achar” alguém (e neste caso é o pastor Marco Feliciano) para assumir toda “revolta” de pessoas que não querem ouvir uma maioria, mas, como na ditadura, impor os seus ideais.

Que Deus ilumine o Deputado e “acorde” aos que como ele, querem o respeito, o direito de pensar, de agir e de forma livre expressar suas opiniões, sem serem perseguidos, caluniados e massacrados.

 

*João EV

veja também