"Querem criminalizar a opinião", diz Silas Malafaia em resposta ao pedido da cassação de seu registro de psicólogo

Malafaia responde à petição de sua cassação como psicólogo

Atualizado: Segunda-feira, 18 Fevereiro de 2013 as 10:23

 

malafaiaApós toda a polêmica causada pela entrevista de Silas Malafaia ao 'De Frente com Gabi', veiculada pelo SBT, criou-se uma petição pública online que pede a cassação do registro de psicólogo do pastor.
 
Com o intuito de reunir cerca de 100 mil assinaturas, a petição será enviada a Vivian Almeida Fraga, presidente do Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro (CRP/RJ).
 
Até o momento, há 56.642 assinaturas. Na descrição da petição está escrito: 'Considerando o disposto na resolução CFP nº 001/99 que estabelece normas de atuação para os psicólogos em relação à questão da Orientação Sexual, acreditamos que o Sr. Silas Lima Malafaia, psicólogo inscrito no CRP/RJ sob o número 24.678 deve ser submetido a inquérito administrativo, garantindo a ampla defesa, que venha a resultar na cassação de seu registro profissional.'
 
No site Verdade Gospel, o pastor Silas Malafaia responde ao pedido de cassação:
 
"Na entrevista com a Gabi, como também nos meus programas, eu nunca me apresento como psicólogo, e sim como pastor, e os próprios entrevistadores assim me reconhecem, é só verificar. Eu pergunto:
 
O que o conselho de psicologia tem a ver com isto? Estou garantido pela Constituição Federal no seu artigo 5º que me garante liberdade para expressar meus pensamentos, e não posso ser privado por convicções políticas, filosóficas, e religiosas. Os que se dizem injustiçados se tornaram os maiores intolerantes. Querem criminalizar a opinião."
 

veja também