Rádio evangeliza lares no interior do Maranhão

Rádio evangeliza lares no interior do Maranhão

Atualizado: Sexta-feira, 7 Maio de 2010 as 10:12

O velho rádio ainda soa bem novo aos ouvidos de muitas pessoas. Afinal de contas, qual cidade do interior não tem uma rádio local? Aquela rádio onde todos se interagem, ficam sabendo das novidades que agita, muitas vezes, a pacata cidade? É neste contexto que se encontra a cidade de Vitória do Mearim, interior de Viana-MA, onde a rádio Babaçu, a mais ouvida da cidade, invade os lares de cada morador.

Pensando nesta audiência, Luis Carlos Garcia, obreiro da Associação Maranhense, chegou até a cidade em janeiro já com um sonho: ter um horário na rádio Babaçu. Mas o custo era muito alto, e os irmão não podiam pagar. Foi então que Luis conheceu a diretora da rádio e orou a Deus, pois ele iria conversar com ela sobre um horário na programação da rádio. Quando Luis começou a falar, descobriu que aquela mulher tinha uma simpatia muito grande pela Igreja Adventista. A diretora fez, então, uma boa proposta.

O resultado é que juntando um pouquinho aqui outro ali, oscidadãos conseguem pagar uma hora de programa diário, das 11 às 12h. O programa inclui músicas, estudos bíblicos, oração e entre outros.

A audiência do programa é grande, pois este é o horário em que as donas de casa estão preparando o almoço. Certo dia, quando Luis saía da emissora, foi abordado por uma senhora que perguntou quem era a pessoa que apresentava o programa que havia passado poucos instantes atrás. Luis respondeu que era ele. Aquela mulher, então, disse que havia saído de sua casa correndo pois queria muito  conhecer quem era aquele "servo de Deus" que estava levando até sua casa mensagens tão confortantes. A senhora contou também que estava passando por um problema de saúde muito grave e que o programa era para ela um "alívio de Deus". Além disso, ela também queria saber da possibilidade de receber um estudo bíblico.

Hoje, aquela mulher, Antonia do Espírito Santo, tem um pequeno grupo em sua casa, onde as mulheres acompanham o estudo na rádio e se reúnem para  tirarem suas dúvidas. A cidade possui a TV Novo Tempo, que ainda ajuda nos estudos do pequeno grupo.

veja também