Recontagem de votos para cristãos no parlamento iraquiano é adiado

Recontagem de votos para cristãos no parlamento iraquiano é adiado

Atualizado: Quarta-feira, 12 Maio de 2010 as 3:22

Os resultados das eleições para os cinco assentos cristãos no parlamento iraquiano será novamente adiado.

A Comissão Eleitoral Independente do Iraque (IHEC) declarou que os resultados das urnas na eleição do dia 7 de março foram enviados para o Supremo Tribunal para a aprovação final. No entanto, a província de Bagdá enfrentando diversos empecilhos pois existe a possibilidade de uma recontagem de votos, já que diversos partidos fizeram alegações de fraude e corrupção no primeiro processo de contagem.

Os cinco assentos designados a representantes cristãos estão em suspenso, e não serão revelados até que os votos em Bagdá sejam recontados e aprovados pelo Supremo Tribunal.

Em uma entrevista para a International Christian Concern, o secretário geral do Movimento Democrático Assírio e membro do Parlamento, Yonadam Kanna, disse que "Há cinco assentos garantidos para os cristãos no Parlamento. Há potencial para mais de cinco, se apresentarem votos suficientes. Todos os votos são importantes nessas eleições".

No entanto, os relatos indicam que aproximadamente 30% dos votos dos iraquianos-americanos, a maioria cristã, foi rejeitado pelo programa de votação de estrangeiros (fora do país).

Apesar de todos os desafios, a comunidade assíria espera que os resultados das eleições conduzam a uma maior representação no Parlamento iraquiano – o primeiro passo para a igualdade de direitos para a minoria. "Vamos receber legitimidade e representação para nossa comunidade no Parlamento iraquiano", afirma Yonadam. "Nós também estaremos em uma condição legal melhor, e muito mais respeitada do que antes. Estamos cheios de esperança de que, juntos, poderemos fazer muito mais do que nos últimos sete anos".

veja também