Rede educacional adventista discute como fazer a diferença na educação

Rede educacional adventista discute como fazer a diferença na educação

Atualizado: Quinta-feira, 25 Agosto de 2011 as 10:30

 A Rede de Educação Adventista se depara a cada dia com situações desafiadoras. Com o objetivo de auxiliar e capacitar os professores e funcionários da rede de ensino no Estado de São Paulo, ocorreu o encontro da administração das escolas e colégios. Diretores, orientadoras, coordenadoras, tesoureiros das 77 escolas, colégios e os três campi universitários – UNASP, conversaram e ouviram palestras para verem quais são as melhores estratégias e soluções para que a Educação Adventista faça a diferença.

O 26º encontro, realizado nesse mês em Águas de Lindoia, teve como tema principal Escola Adventista faz a diferença!

Segundo o diretor da Rede de Educação Adventista em São Paulo, professor Mário Ritter, é de extrema importância saber qual é o diferencial da educação adventista. “As nossas escolas são boas e fortes no ensino, porém nós não queremos somente que o professor capacite o aluno para passar no vestibular e ser um excepcional profissional, e sim que ele saiba quais são os valores que realmente faz a diferença na vida. Esse é o nosso diferencial, para isso que existimos, quando deixarmos os valores morais de lado, não tem mais razão de existir”,  enfatiza Ritter.

Para desenvolver a educação integral dos mais de 61 mil alunos do sistema adventista, somente no Estado de São Paulo, foram realizadas várias palestras e treinamentos. Inclusive o encontro contou com a participação da líder Mundial da Educação Adventista, Lisa Beardsley ela falou sobre a história da educação e qual foi o objetivo de criar a rede. Porém ela salienta que hoje os desafios são diferentes. “O que uni uma escola aqui em São Paulo, com uma escola adventista lá na África, são os princípios morais e valores. Nós temos o poder de transformar a vida dos alunos e familiares. Porém o nosso desafio atualmente é encontrar professores e funcionários capacitados dentro deste padrão cristão.”

Opiniões - A orientadora Sandra Hereira afirma que estes encontros servem para motivar, dar ideias e ela já consegue visualizar alguns eventos na escola que faz a diferença. “É fundamental para o desenvolvimento do estudante quando ele vê que a escola se importa com o aluno e a família dele em todos os sentidos. E vamos além, fazemos a diferença com os cursos como deixar de fumar, com as classes de pais, dando orientações na questão da educação no lar, com encontros, e até mesmo com as capelas semanais onde o aluno tem a oportunidade de aprender muito sobre como melhorar o caráter e ser um melhor cidadão, e um melhor cristão.” Comenta Sandra.

Para o professor Edgard Luz, diretor da Rede de Educação para oito países da América do Sul, a educação pode ser um forte instrumento na de transformação na vida das pessoas. “Eu acredito que quando o pai coloca seu filho numa Escola Adventista, ele pede que o nosso papel vá além de educar na parte acadêmica, nos é cobrado que falemos sobre o amor de Jesus, este é o nosso papel, ajudar a todos e fazer a diferença na vida de todos que entram em contato com a rede”, afirma Luz.

veja também