Rede Record estreia a minissérie "Sansão e Dalila"

Rede Record estreia a minissérie "Sansão e Dalila"

Atualizado: Terça-feira, 4 Janeiro de 2011 as 9:46

A saga de Sansão, herói e juiz hebreu capaz de derrotar exércitos armados e animais selvagens, que perde a força ao ter o cabelo cortado por uma mulher, faz parte do imaginário popular. Já Dalila, apesar de sua importância na queda de Sansão, aparece normalmente como uma coadjuvante. Em 'Sansão e Dalila', minissérie de 16 capítulos da Record, que estreia amanhã, a moça tem sua importância equiparada à do protagonista, ganhando uma história de vida completa, que se desenrola paralelamente à de Sansão.

Em sua primeira produção como autor titular, Gustavo Reiz diz que foi um desafio adaptar um texto tão conhecido. 'A história de Sansão é contada na Bíblia com tanta riqueza de detalhes que tive a preocupação de me manter fiel', afirma. Para encorpar a trama, Reiz criou a trajetória de Dalila. 'O que tínhamos não era suficiente para fazer 16 capítulos com o ritmo que a gente queria. Foram criados 30 personagens, mas sem desvirtuar a história original', explica.

Com um investimento pesado, de mais de R$ 12 milhões, 'Sansão e Dalila' faz parte de uma linha de produção de minisséries bíblicas, inaugurada com 'A História de Ester', que foi ao ar em março do ano passado, e deve render outros frutos em breve. De acordo com Hiran Silveira, diretor de teledramaturgia da Record, o alvo é o público que anseia por produções de época. 'Estamos investindo nessa linha e já temos dois novos produtos em planejamento', afirma.

Outro destaque está na tecnologia: a minissérie é o primeiro produto feito integralmente em HD pela emissora, que também promete caprichar nos efeitos especiais das cenas de ação. Numa delas, por exemplo, utilizou a mesma técnica usada no filme '300', de Zack Snyder, para aumentar o número de soldados dos exércitos. A produção foi gravada no Ceará, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro e Minas Gerais, além dos estúdios da emissora.

Na trama, a mãe de Sansão, Zilá (Lu Grimaldi), uma mulher estéril, recebe a visita de um anjo, que avisa que ela terá um filho, cujo cabelo não poderá jamais ser cortado. Dono de uma força incomum, Sansão, papel de Fernando Pavão, recebe a missão de começar a salvar os hebreus da dominação dos filisteus. O problema é que quando fica adulto, Sansão tem uma queda pelas mulheres do povo inimigo, chegando a casar com uma filisteia, que o trai. As informações são do Jornal da Tarde.

veja também