Reinhard Bonnke: "Não é reputação que buscamos, mas vidas renovadas"

Reinhard Bonnke: "Não é reputação que buscamos, mas vidas renovadas"

Atualizado: Sexta-feira, 18 Outubro de 2013 as 2:17

renovaçãoJesus chocou os líderes religiosos quando abençoou pecadores ordinários. Eles consideravam que essas pessoas eram amaldiçoadas, que não sabiam da lei e tradições religiosas de Moisés, ou não as observavam; eles não queriam ter nada a ver com essas pessoas.
 
A abordagem de Jesus era fazer amizade com essas pessoas. Ele disse: “as boas novas são pregadas aos pobres” (Lucas 7:22). Isso foi revolucionário! 
 
Para os religiosos perfeccionistas os pobres eram intocáveis, mas Jesus pregou para eles, amou-os, perdoou-lhes e curou-os. Salvar aquele trapaceiro chamado Zaqueu teve um custo para Jesus – sua reputação. 
 
Zaqueu trabalhava para o poder dominante da odiada Roma e as pessoas viram Jesus fazendo amizade com ele. Isso danificou a popularidade de Jesus. 
 
Seus inimigos propagaram isso. Sua resposta deve ter tido pouco efeito com esses críticos impenetráveis, mas revelou a verdade sobre o caráter de Jesus. Ele disse: “O Filho do Homem veio buscar e salvar o que estava perdido.” 
 
Isso resume Jesus, nosso Senhor. Se isso resume qualquer um de nós, mostra que estamos seguindo Seu exemplo. Não é reputação que buscamos, mas vidas renovadas.
 
 
- Reinhard Bonnke

veja também