Reino Unido: pastor pode ser impedido de entrar no país

Reino Unido: pastor pode ser impedido de entrar no país

Atualizado: Segunda-feira, 13 Dezembro de 2010 as 10:38

O pastor Terry Jones, que ameaçou queimar cópias do Corão nas comemorações do 11 de Setembro, poderá ser impedido de entrar em Inglaterra. Apesar de Terry Jones ter recebido um convite para visitar o país, a secretária britânica do Interior afirmou que está a ponderar se o pastor deve ser impedido de entrar no Reino Unido.

Theresa May admitiu à Sky News que o pastor «tem estado debaixo do seu radar há alguns meses», sublinhando que tem o poder de impedir a entrada de um indivíduo no Reino Unido se considerar que o mesmo poderá ter uma conduta pública pouco apropriada ou representar uma ameaça à segurança nacional.

Depois de tomar conhecimento das palavras da governante, o pregador anti-islâmico confirmou que fazia parte dos seus planos visitar o Reino Unido e que não tinha o objectivo de violar a lei. Em declarações à BBC, o pastor norte-americano disse que vai discursar sobre o «Islão radical» e não sobre «todo o Islão». A sua visita ao país está prevista para 5 de Fevereiro, depois de ter sido convidado a discursar acerca dos «Males e Destruições do Islão», num evento da Liga de Defesa Inglesa, grupo de extrema-direita.

A entrada do pastor no Reino Unido não ficou indiferente a vários grupos, que já mostraram o seu desagrado. «O pastor Jones não devia ter permissão para pisar o Reino Unido», disse Nick Lowles, presidente do grupo Esperança Não Ódio. Também o grupo Unidade Contra o Fascismo defende que a viagem do pastor a Inglaterra servirá para «agitar a ‘islamofobia' e o racismo».  

veja também