Religiosos obrigam alunos a engolir papel pelo perdão dos pecados

Religiosos obrigam alunos a engolir papel pelo perdão

Atualizado: Quarta-feira, 27 Julho de 2011 as 6

De volta da escola, Luis perguntou à mãe por que teve de pedir desculpas na sala de aula.

- Você fez algo errado, filho?

- Não sei, mãe. Nós tivemos que escrever desculpas em um papel e em seguida engolir.

Foi assim que Celia Mullen, 46, soube que o seu filho tinha sido obrigado na sua escola de ensino fundamental, em Northallerton (Reino Unido), a participar de um ritual de membros da Igreja Batista Nova Vida que foram convidados para dar assistência espiritual às crianças.

Celia pressionou a escola e soube que os religiosos promoveram um ritual para inocentar as crianças de todos os pecados que tinham cometidos até aquele dia.

“Fiquei horrorizada. Que pecados uma criança de 7 anos cometeu para ter de pedir perdão a Deus?”

Um pai comentou: “Eu tenho minhas crenças religiosas, tenho minha fé, mas o que foi feito é uma doutrinação de mentes jovens e é inaceitável".

Celia já desconfiava que a escola submetia as crianças a um pesado proselitismo religioso porque um dia o seu filho apareceu em casa com uma Bíblia de adulto, não de criança.

A direção da escola prometeu investigar o caso, como se ela já não soubesse.

Célia não esperou pelo fim da apuração e transferiu Luis de escola porque ele ficou abalado. O menino estava se recusando a dormir sozinho e passou a desenhar o capeta ao lado de um anjo.

veja também