Renascer Deaf forma quarta turma do curso de Libras

Renascer Deaf forma quarta turma do curso de Libras

Atualizado: Terça-feira, 21 Julho de 2009 as 12

O número de pessoas com surdez no Brasil é bastante expressivo. Conforme os dados populacionais informados no último Censo do IBGE há cerca de seis milhões de pessoas surdas, sendo que grande parte deles tem como língua "mãe" a LIBRAS - Língua Brasileira de Sinais, que é oficialmente a 2ª Língua do Brasil. A fim de levar a Palavra de Deus àqueles que não podem ouvir ou mesmo para se comunicar no dia-a-dia no trabalho ou com familiares e amigos, 30 alunos da 4ª turma do curso de Libras da Igreja Renascer Em Cristo, dos níveis básico e intermediário, se formaram com louvor no sábado, 11 de julho, na regional Santana.  

O evento foi dirigido pela Pastora Vera Lucia Malatesta, líder do Ministério Deaf, que teve início com um delicioso café da manhã e participação de todos os presentes. Após esse tempo de comunhão, iniciou-se a apresentação dos formandos das regionais Sede, Vila Matilde, Santana, São Bernardo do Campo e Osasco. Cada turma preparou uma exibição especial e emocionante com interpretação de diferentes louvores e até um teatro, que contou a história de uma família destruída, pois o pai não aceitava a surdez da filha. "É muito importante esse trabalho, que tem como objetivo disseminar a Libras não só para os surdos, mas a todos que se preocupam com o próximo. Afinal, todos têm o direito de se comunicar. Fiquei muito emocionada com tudo que presenciei aqui", analisa Gabriella Soares, convidada de um dos formandos.

Já para a formanda Thalyta Fuzinelli, estudante, de 21 anos, o curso foi importante para seu crescimento ministerial. "Aprender Libras para mim sempre foi um sonho e quando tive a oportunidade dentro da igreja não perdi tempo. Além disso, tive a chance de trazer a minha irmã para aprender junto comigo", explica emocionada. Thaysa Fuzinelli tem dez anos e se formou na turma de Thalyta. "Para mim foi muito bom. Tenho uma amiga que é surda e agora posso me comunicar com ela", conta eufórica.

Durante o evento mais de 20 pessoas participaram do apelo para aceitarem a Jesus, sendo que muitos foram em busca da cura de um familiar e conquista de um emprego. Para a Pastora Vera, o Ministério é importante, pois como Jesus determinou o evangelho deve ser levado a todas as pessoas. Ela cita como exemplo um cego, que tem a oportunidade de  escutar a palavra. O surdo precisa da interpretação para acompanhar o culto, seja na igreja ou pela televisão. "É motivo de muito orgulho para mim cada turma que se forma. O nosso curso de Libras é procurado por pessoas de outras denominações e também não convertidas, pois há muita  dificuldade em encontrar um curso da mesma qualidade por um preço tão acessível.O nosso objetivo é promover a salvação e a edificação dos surdos por meio do Evangelho de Jesus quer seja na sua vida espiritual, pessoal, familiar e social", diz.

Para a Pastora, a visão Renascer Em Cristo de utilizar a mídia para evangelizar (TV, rádio e site) é um grande diferencial. Ela lembra que a última Conferência Apostólica contou com uma janelinha de interpretação em Libras na TV e um menino surdo, que estava assistindo ao programa, foi até o Ginásio do Ibirapuera com sua mãe e ambos aceitaram a Jesus. "Foi um momento de emoção para todos. Temos muitos outros testemunhos como esse para contar", finaliza.

A Rede Gospel de Televisão, Canal 53UHF e Canal 28 Net, apresenta todos os sábados e domingos, às 7h, o programa Sinalizando, que esteve presente à formatura e recebeu homenagem pelo trabalho especial que desenvolve. O Ministério também começou a interpretação em Libras (com a janelinha) dos cultos na Rede Gospel todas as quintas-feiras, às 6h e às 19hs, e também às sextas-feiras, às 4h30.

Na segunda quinzena de Agosto, o CER - Centro de ensino Renascer - dá início a novas turmas dos níveis básico e intermediário. Os interessados podem ir diretamente ao CER (Av. Lins de Vasconcelos, 1310 - Cambuci) ou solicitar informações pelo e-mail [email protected]

veja também