Renato Aragão: "Jamais abriria mão de minha fé em Jesus, o Filho Único de Deus"

Renato Aragão: "Jamais abriria mão de minha fé em Jesus"

Atualizado: Quinta-feira, 30 Agosto de 2012 as 8:52

Após a polêmica gerada pela notícia de que o novo filme de Renato Aragão, 'O Segundo Filho de Deus', traria a mensagem de que Jesus fracassou e por isso Deus teve que enviar outro filho à terra, o humorista resolveu se pronunciar e explicar.

Em um texto no site 'Os Trapalhões', Aragão escreve primeiro sobre o relacionamento com seus funcionários, esclarecendo boatos de maus tratos e demissão por chamá-lo de Didi.

No trecho sobre o filme, o humorista afirma que "Jamais abriria mão de minha fé incondicional em Jesus, o Filho Único de Deus."


Confira o que escreveu Renato Aragão:

"Minha empresa já produziu mais de 45 filmes, todos voltados para o entretenimento da família brasileira, reitando nossos valores e nossa cultura. Sou católico e temente a Deus. Jamais abriria mão de minha fé incondicional em Jesus, o Filho Único de Deus. Gostaria, entretanto de relembrar que fé e ficção são áreas completamente distintas, mas que sempre despertaram polêmicas, desde Milton, em "Paraíso Perdido" até José Saramago em seu "Evangelho Segundo Jesus Cristo". Mesmo estes gênios literários e suas polêmicas obras não foram capazes de rebaixar a Bíblia e as histórias de vida ali contidas a meros personagens de obras literárias ou de ficção. 

Por que digo isto, porque realmente escrevi um roteiro provisoriamente intitulado "O Segundo Filho de Deus", obra de ficção com registro público na Biblioteca Nacional, a qual vem sendo deturpada, dizendo inclusive que eu teria a pretensão de ser o "novo" Jesus!, ABSURDO. O Didi é um grande atrapalhado, e em todos os filmes essa será sempre sua característica. Só para esclarecer, este roteiro inclusive já teve o título alterado para "O Segredo da Luz" e não há previsão para sua realização. Acredito que estas pessoas, que nem sequer tiveram acesso à obra, querem apenas incitar os incautos a juntarem-se a eles nesta invejosa empreitada de denegrir meu nome e desacreditar uma campanha séria que já comprovou sua atuação e eficácia em 27 anos de resultados positivos. Registro que nestes 27 anos isso sempre acontece... infelizmente."

Leia também:

Novo filme de Renato Aragão dirá que Jesus fracassou

Novo filme de Renato Aragão causa indignação e é criticado por cristãos

veja também