Renê Terra Nova fala sobre a tragédia de Santa Catarina

Renê Terra Nova fala sobre a tragédia de Santa Catarina

Atualizado: Sexta-feira, 5 Dezembro de 2008 as 12

"Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia" (Mateus 5:7)

Quando os céus se abrem, abrem mesmo; quando os céus se fecham, fecham mesmo! Porém, precisamos ver que Deus tem os Seus planos e projetos, e a natureza geme por redenção (Rm 8:22-23).

Vejo essa chuva como um sinal de que Deus quer falar com o Brasil. Parece até mesmo que a porta do juízo se abriu, mas os justos estarão abrigados em Deus no dia da calamidade e não serão atingidos. "Tem misericórdia de mim, ó Deus, tem misericórdia de mim, porque a minha alma confia em ti; e à sombra das tuas asas me abrigo, até que passem as calamidades." "Mil cairão ao teu lado, dez mil à tua direita, mas tu não serás atingido." (Salmos 57:1 e 91:7).

Porém, antes mesmo do nosso julgamento, nós precisamos agir e fazer o que precisamos: entrar com o socorro! Nesta hora, Deus quer testar o caráter da Igreja, o dom de misericórdia, e como nossa ação social entrará em operação. Acredito que, se cada um ajudar, iremos causar um impacto nacional e a Igreja, independente de ser celular ou não, estará fazendo o que Jesus mandou: assistir os necessitados.

"Conhecemos o amor nisto: que ele deu a sua vida por nós, e nós devemos dar a vida pelos irmãos. Quem, pois, tiver bens do mundo, e, vendo o seu irmão necessitado, lhe cerrar as suas entranhas, como estará nele o amor de Deus?" (I João 3:16-17). Nessa questão, a Palavra é muito firme, pois se nosso irmão está necessitado, nossa missão é ajudar.

A mobilização da Igreja, com certeza, fará a diferença, e será treinada no dom de serviço. Esta é a hora de vermos os corações movidos por misericórdia, para que nasça uma geração que se compadece dos aflitos e planta uma semente de misericórdia. Dessa forma, colherá o decreto de líder feliz.

Estamos ávidos por sua resposta. Nossos irmãos e o povo do estado de Santa Catarina precisam da nossa ajuda. Por isso, acredito no seu sim! Que o dom de socorro, misericórdia e serviço encham o seu coração, e que a prática de uma ação humana encharcada de compaixão regue sua vida.

René Terranova, apóstolo do MIR

veja também