Reportagem especial relata curas por meio da fé e afirma que milagres beneficiam o sistema de saúde, que pode direcionar recursos para outr

Folha Universal afirma que curas milagrosas beneficiam o SUS

Atualizado: Quinta-feira, 19 Janeiro de 2012 as 10:28

A matéria de capa da Folha Universal trás relatos impressionantes de pessoas que por meio da fé foram libertas e curadas, a chamada ainda afirma que alguns casos beneficiam o sistema de saúde, que pode direcionar recursos para outros doentes.

Segundo a Folha IURD, o aumento do número de casos e a falta de recursos por parte do Sistema Único de Saúde têm prejudicado milhares de portadores de câncer. Os gastos do SUS com tratamentos já ultrapassaram a casa dos R$ 2 bilhões em 2011, e muita gente ainda espera na fila o direito de ser atendido.

A matéria relata o testemunho de Bruna Braga. Em 2005, aos 11 anos, ela notou a presença de um caroço no alto da garganta. Preocupada, sua mãe a levou a diversas clínicas e hospitais do Rio de Janeiro, até descobrir a causa. A menina possuía um linfoma não Hodgkin, mesmo tipo de câncer que atingiu a presidente Dilma Rousseff, em 2009, e o ator Reynaldo Gianecchini, no ano passado. 

A jovem foi tratada no Instituto Nacional do Câncer (Inca), onde passou por cinco blocos de quimioterapia. “Em crianças, o linfoma atua de forma mais agressiva, podendo levar ao óbito em poucos meses, caso não haja tratamento”, explica a chefe do serviço de hematologia do INCA,  Jane Dobbin.

Para cada sessão, Bruna passava uma semana internada. E todo o seu tratamento, incluindo os remédios foram custeados pelo Sistema Único de Saúde.

Hoje, aos 17 anos, Bruna é uma adolescente saudável, sem nenhuma sequela do tratamento. “Ao todo, foram 5 meses perseverando na fé de que eu seria completamente curada”, lembra Bruna, que, ao lado da mãe, frequenta a Igreja Universal do Reino de Deus no bairro de Santa Cruz, na zona oeste do Rio de Janeiro. E foi na IURD que elas aprenderam a manter a fé em Deus contra todas as adversidades.

veja também