Reunião na Suíça pedirá paz entre cristãos e muçulmanos

Reunião na Suíça pedirá paz entre cristãos e muçulmanos

Atualizado: Terça-feira, 10 Agosto de 2010 as 10:59

O Conselho Mundial de Igrejas (CMI) será anfitrião de um diálogo inter-religioso entre muçulmanos e cristãos na tentativa de resolver conflitos alimentados pela religião em países de maioria muçulmana. O evento está marcado para novembro.

O chefe do International do CMI, Mathews George Chunakara, disse que os cristãos e líderes muçulmanos se reunirão em Genebra (Suíça), para tratar de questões no contexto atual das relações entre muçulmanos e cristãos.

A reunião abordará os recentes ataques contra cristãos em Jos, (Nigéria), onde centenas de pessoas foram mortas em confrontos interétnicos. "Cerca de 70 líderes, de ambas as comunidades, irão discutir questões de interesse comum, principalmente as disputas inter-religiosas e suas possíveis soluções", disse Chunakara.

Uma delegação chefiada pela CMI visitou as áreas atingidas pelo conflito em maio para saber mais sobre a situação no país. "A situação é bastante triste. Estávamos muito angustiados pelas consequências da violência. Oremos para que nunca mais tais incidentes ocorram contra qualquer comunidade", afirma Mathews George.

As tensões entre cristãos e muçulmanos em Jos mataram mais de 500 pessoas. Os mortos eram cristãos e membros de um grupo étnico. Chunakara disse que a violência não foi provocada por uma causa religiosa. "Tudo começou como um conflito tribal ou étnico".

A delegação visitou Dogonahawa e Bukuru, onde poucas pessoas vivem atualmente. Em Bukuru, todo um mercado foi incendiado e centenas de casas e lojas foram destruídas.  A equipe ofereceu orações no local da vala comum e também manteve conversações com líderes muçulmanos locais na promoção da paz.

Chunakara disse que os esforços devem ser adotados para uma paz duradoura. "O encontro de novembro é um esforço que estamos fazendo para levar a mensagem de paz”, conclui.

veja também