Rev. Augustus Nicodemus: "Prostituição sempre será um pecado diante de Deus"

Prostituição sempre será um pecado diante de Deus

Atualizado: Terça-feira, 22 Janeiro de 2013 as 8:38

 

Jean Wyllys, deputado pelo PSOL-RJ criou o projeto de lei para legalizar a prostituição.
 
O projeto de lei não é apoiado pelos evangélicos pelo fato de prostituição ser considerada pecado.
 
Em entrevista ao Christian Post, o rev. Augustus Nicodemus comenta a nova polêmica.
 
“Para nós, mesmo que fatores sociais e econômicos sejam trazidos como argumentos para justificar a prostituição, sempre será um pecado diante de Deus, uma manifestação da natureza corrompida do ser humano”, expõe.
 
prostituição
 
A passagem de Levítico 19:29 (“Não contaminarás a tua filha, fazendo-a prostituir-se; para que a terra não se prostitua, nem se encha de maldade.”) é citada por ele como exemplo em base bíblica.
 
“O livro de Provérbios descreve a prostituta e seu comportamento bem como o castigo que ela traz para si e para todos os que se envolvem com ela (Provérbios 7). Este mesmo livro traz advertências sérias contra a prostituição (Pv 23:27; 29:3). A prostituta é considerada uma mulher que não tem vergonha (Jr 3:1), depravada (Ez 23:43-44), adúltera (Os 2:2)", diz o teólogo.
 
No entanto, Nicodemus lembra que prostitutas também são alvo da graça de Deus e podem alcançar perdão e salvação. “Jesus disse que meretrizes arrependidas entram no Reino de Deus em contraste com os religiosos endurecidos de seus dias", completa.
 
 

veja também