Revista acadêmica adventista é distribuida a universidades brasileiras

Revista acadêmica adventista é distribuida a universidades brasileiras

Atualizado: Sexta-feira, 2 Setembro de 2011 as 8:46

A Unaspress, Imprensa Universitária Adventista, enviará durante o mês de setembro a revista Acta Científica para 200 universidades brasileiras.  O envio é gratuito e tem como objetivo popularizar o periódico e incentivar novos autores a publicarem artigos na revista.

Além disso, o jornalista Rodrigo Follis, editor associado da Acta, explica que o projeto fortalece o acervo da Biblioteca do Centro Universitário Adventista de São Paulo, em Engenheiro Coelho. “Há cinco anos trabalhamos com o sistema de permuta. Nós enviamos nossa revista acadêmica, e eles enviam a deles para nossa Biblioteca”, comenta.

Até 2010, cerca de 50 universidades estavam cadastradas no programa e participavam ativamente do sistema de troca de publicações. Esse resultado incentivou a editora a ampliar o projeto. “A lista de universidades que recebem a Acta está sendo reformulada. Agora, mais de 200 instituições no Brasil vão recebê-la”, explica Follis.

A Acta Científica é uma revista quadrimestral que reúne, em média, 12 artigos a respeito de ciências humanas e sociais em cada edição. Quase 60% deles compõem o dossiê da revista, parte dedicada à abordagem de um tema específico. A primeira edição deste ano, por exemplo, trata de “Comunicação e transformações sociais”. O restante da publicação apresenta artigos referentes a outras temáticas e uma resenha crítica de livro acadêmico.

Uma das autoras da primeira edição deste ano é a professora Luciane Dorneles, mestre em educação pela Universidade Metodista de Piracicaba. Segundo ela, enviar conteúdo para uma revista científica é essencial para a formação. “Para quem trabalha na área acadêmica, ter artigos publicados não é uma opção, é uma exigência de trabalho. Essa produção também conta muita na hora de avaliar a importância de um profissional”, afirma.

No entanto, a professora aconselha os autores a escolherem uma revista bem conceituada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, Capes. “As revistas científicas passam por uma avaliação da qualidade da produção intelectual. Essa avaliação estabelece oito níveis de qualidade para a revista”, acrescenta Luciane. A Acta tem nota B4, que coloca a publicação entre as revistas interdisciplinares mais importantes do país.

Para publicar artigos na Acta, Follis explica que é necessário estar cursando, no mínimo, mestrado. Além disso, o artigo deve ser original e seguir as normas descritas nas últimas páginas da revista. “O texto é avaliado por um conselho editorial formado por dois doutores e, se aprovados, são publicados.”

A versão impressa da Acta é destinada, principalmente, às universidades e aos autores da edição. Entretanto, todos os artigos são disponibilizados no site da revista, www.unasp.edu.br/actacientifica . Nele, os autores também podem submeter trabalhos para avaliação do conselho editorial.

veja também