Roberto Caputo fala sobre livros evangélicose espiritualidade

Roberto Caputo fala sobre livros evangélicose espiritualidade

Atualizado: Terça-feira, 10 Maio de 2011 as 12:17

Casado com Vânia Marise Faria Caputo, Roberto Caputo, é um dos pastores na Comunidade Evangélica Jesus Vive, no bairro da Tijuca, no Rio de Janeiro. Ali também atuou como ministro de louvor e Adoração por 10 anos. Por alguns anos também vem atuando no atendimento a casais em conflitos conjugais com grande experiência impírica na área. É autor dos livros: Santidade, Casamento Missão Impossível - Só para homens, Casamento Missão Impossível - Só para mulheres e Quando Deus diz, espere.   Em entrevista, o autor fala sobre espiritualidade e literatura cristã. Confira:     Você tem se destacado como autor cristão tendo 5 títulos lançados em menos de 2 anos. Como é essa experiência?

Para mim, sem dúvida, é algo indescritível, por que não dizer, sobrenatural. Já disse, em outra entrevista, que não me considero um escritor erudito, mas, sem demagogia, creio ser Deus quem tem colocado em meu coração os temas para serem abordados e tento fazê-lo da mesma maneira como falo, como converso e como prego a Palavra de Deus, ou seja, de forma simples e direta.

Que dicas você daria aos autores que estão começando agora e que buscam editar ou publicar os seus livros?

Como eu disse antes, não me sinto um escritor de grande vulto, e, portanto, não me sinto capaz de passar técnicas de redação ou qualquer coisa parecida. Se você não sabe como colocar no papel as suas ideias, então sugiro que procure alguém que o possa ajudar nesta tarefa. Mas, se o seu trabalho já está pronto, em suas mãos, bom, eu seria hipócrita se lhe desse outra sugestão diferente desta. Sugiro que entre em contato com a Oxigênio Books e lá você receberá todo o apoio, ajuda e direção para fazer um trabalho de excelência. Foi assim comigo e com todos que, hoje, fazem parte do rol de autores desta editora.

Como é ter seus livros em importantes redes como Submarino, Livrarias: Curitiba, Saraiva, Siciliano e agora ter a distribuição digital fechada a nível internacional?

É muito mais do que eu poderia imaginar que algum dia viesse a acontecer. Tenho plena consciência de que isto não representa, necessariamente, a venda de muitos exemplares, mas, é uma conquista tremenda saber que os meus livros estão à disposição de milhares e milhões de pessoas em todo o mundo. A sensação que experimento é a de grande alegria e expectativa por saber que pessoas que nunca conheci, e talvez nunca conheça, estarão ouvindo a minha voz através das páginas de cada livro.

Seu novo trabalho, A Centésima Ovelha, acaba de ser lançado, fale um pouco sobre esse livro.

Bom, este livro tem um objetivo único. Ele foi escrito para aquelas pessoas que já estiveram dentro de uma igreja evangélica e que, por algum motivo, se decepcionaram profundamente. Cada capítulo é um possível motivo do afastamento de cada uma delas. Procuro responder a cada um da forma mais sincera possível e tentando não ser “piegas”. Na verdade, não podemos cobrir o sol com a peneira. Alguns dos motivos ali apresentados são verdadeiros e reais, mas todos eles estão ligados, direta ou indiretamente, a atitudes humanas. Não podemos negar que tudo o que o homem põe a mão, invariavelmente, apresenta defeitos e imperfeição, que é a sua maior marca. Mas, não posso aceitar quando alguns, por terem sido feridos por homens, querem culpar a Deus por aquilo que nós mesmos fazemos.

Verdade. É nisto que tento trabalhar. Como diz a palavra de Deus:

E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. João 8:32

Qual a mensagem que você quer passar ao público com esse livro?

Principalmente, que não existem sociedades perfeitas. Podemos buscar qualquer uma com exemplo. Médicos, professores, advogados, arquitetos, engenheiros,psicólogos,serventes,empregadas domésticas, zeladores, porteiros, padres, pais de santo, rabinos, e... pastores. Infelizmente, muitos, que procuram uma igreja evangélica, a procuram pensando encontrar nela um lugar de gente perfeita, que não erra, que não mente, que não trai, que não engana, que não cobiça as coisas do próximo e que vive sem nenhum problema na vida. Não posso deixar de registrar que é exatamente isso o que muitos pregadores têm anunciado hoje. Mas, a grande verdade é que uma igreja verdadeira, sincera e que tem por objetivo obedecer aos Mandamentos de Deus, nada mais é do que um hospital espiritual, onde vidas são tratadas. Ali, os mentirosos, os corruptos, os enganadores, os traidores, os ladrões (lembra-se do ladrão na cruz?), os adúlteros e todo o tipo de pessoa que desejar, sincera e espontaneamente, entregar a sua vida a Jesus para ser curada, restaurada, liberta e salva, serão cuidados com carinho e atenção, segundo toda a orientação que encontramos na Palavra de Deus.

Que autores tem lhe influenciado atualmente?

Já li diversos autores: Tommy Teeney, Rebecca Brown, Frank E. Peretti, Marcelo de Almeida, Daniel Mastral, John Bunyan, Paul Yong Choo, Valnice Milhomens e muitos outros, mas, ultimamente, li alguns livros do Augusto Cury e confesso que me impactaram bastante.

Indique 3 livros para os nossos leitores.

Os Caçadores de Deus – Tommy Teeney – Editora Dynamus O Peregrino – John Bunyan – Editora Mundo Cristão O Vendedor de Sonhos – Augusto Cury – Editora Academia

Onde os interessados poderão adquirir o livro A Centésima Ovelha?

Bom, a resposta a esta pergunta está na 3ª pergunta. No site da Submarino, Livrarias: Curitiba, Saraiva, Siciliano e em vários sites de distribuição digital. Acredito que, em breve, estará também nas livrarias evangélicas espalhadas pelo país. (Este é o meu sonho)

Conheça o autor : http://www.oxigenioonline.com/A-centesima-ovelha.html

veja também