Saudade das canções que falavam mais de Deus

Saudade das canções que falavam mais de Deus

Atualizado: Terça-feira, 16 Agosto de 2011 as 11:26

"Quer vitória? Vai chorando, geme e chora. Quer vitória? Vai chorando, geme e chora."

"Por onde eu for a tua benção me seguirá, onde eu colocar as minhas mãos, prosperará!"

Ok, são duas músicas diferentes, qual delas eu canto?

Na Contramão - Música!

Não há dúvidas que a música é a linguagem universal. Muitas vezes você sequer sabe o que está cantando e, se sente envolvido pelo som, pelo ritmo, pela melodia. Ela nos emociona, impulsiona e acompanha nossa vida, criando para cada um de nós uma própria trilha sonora, mas qual é o nível do que cantamos?

Como é um texto falando de música, mais do que justo citarmos muitas canções. E apesar de ser bem jovem (meus amigos diriam assim: "Jovem? Não exagera rs") gostaria de relembrar algumas canções que marcaram minha vida e, que é um tapa de luva aos conceitos musicais atuais em suas loucas teologias.

1 - Ao invés de cantar: "Segura o anjo, amarra o anjo e me da minha benção pra depois subir" canção que cita um texto específico e particular na Bíblia, prefiro cantar: "Em Teu tempo, em Teu tempo, tudo lindo Tu fazer em Teu tempo, Senhor me mostra cada dia Enquanto o Senhor me guia Que Tu cumpres a Palavra Em teu tempo" uma canção que não faz analogia a um texto específico, mas que traz em sua essência um verdade Bíblia. O TEMPO de Deus é o melhor pra nós e, que no Tempo Dele tudo fica mais lindo e perfeito (Pv 20.21);

2 - Ao invés de cantar: "Não morrerei enquanto a promessa não se cumprir, quem tem promessa de Deus, não morre não, não desiste" prefiro cantar: "Se isto não for amor o céu não é real, não há estrelas no céu, as andorinhas não voam mais. Se isto não for amor, o oceano secou, tudo perde o valor se isto não for amor"

Abençoado de Jeová, quem disse que é regra não morrer enquanto a promessa não chegar? Onde está isso na Bíblia, filho de Deus? Se a maior promessa que temos nesta vida é justamente e de irmos morar com Ele na glória e, para você ir pro céu, abençoado, salvo se Deus te arrebatar, você VAI MORRER! Somos andarilhos nesta terra, nosso alvo é a morada celestial. Ta esquecendo disso?

Vivemos, falo isso com tristeza, uma época humanista. Talvez a mais humanista das épocas. O Homem é o centro. Cantamos prosperidade, fartura, bênçãos e promessas e esquecemos-nos de cantar as Verdades que nos salvam e nos tiram da lama do pecado. Não aceitamos Jesus para sermos prósperos ou ricos ou para ter saúde ou ganhar uma causa na justiça. Aceitamos Jesus porque reconhecemos que ELE e somente Ele pode nos livrar de nós mesmos, da nossa miséria, da morte eterna. Viemos até a Ele por amor e não por interesse e TODAS as outras coisas nos serão acrescentadas (Mt 6.33). Viu a ordem da frase? Primeiro é o Senhor e depois todas as outras coisas e não o contrário.

Vejo muita gente com o discurso de que não houve musica secular porque é do diabo. Eu gostaria de te dizer que tem muita musica "Cóspel" que eu também não ouço porque de Deus não tem nada! Não ouço algo simplesmente porque quem canta se diz evangélico. Existem muitas músicas pregando coisas que não estão na Bíblia e tem irmãozinho citando versos das canções como se estas estivessem entre os 66 livros sagrados.

A melodia está bonitinha? Não custa nada ler a letra. Aproveita, crente, e vai conferir se está na Bíblia ou se não fere as Escrituras. E você que é compositor, salvo se também é teólogo e cursou letras, não custa nada pedir ajuda de um pastor para verificar a teologia e de um professor para corrigir os erros de nossa tão vasta, difícil e rica língua.

Tenho saudades das canções que falavam mais de Deus e menos de mim e, quando falavam de mim, despertavam o desejo de ser melhor e fazer mais pela obra, pelo reino, pelo próximo e não o contrario.

Na contramão da música, sinto que corro contra o vento. Cantar verdades nem sempre dão ibope ou vendem discos. Verdades doem. Por isso, muitas vezes atravesso quilômetros para ver alguns poucos que vencem os anos se mantendo fiéis, ou mesmo advindo de uma nova geração não se adequaram a ela. Modernizaram-se, evoluíram em produção, musicalidade, mas na essência tiram verdades contidas no TRONO e pautadas na Bíblia.

Caminhando contra o vento, ou correndo atrás do vento, eu vou. Na Contramão.

Na paz dAquele que nos deu dois ouvidos, mas também nos deu um cérebro,

Por: Pr. Felipe Heiderich

veja também