Se algo é justo e está ao seu alcance, entre em ação!

Se algo é justo e está ao seu alcance, entre em ação!

Atualizado: Sexta-feira, 14 Dezembro de 2012 as 12:48

 

Leitura Bíblica
Atos 16.35-40
 
O Senhor ama quem pratica a justiça, e não abandonará os seus fiéis (Sl 37.28).
 
Um dos problemas da justiça neste mundo é a morosidade na resolução dos processos. Há pessoas que há anos esperam ter sua sentença julgada e, enquanto isso, ficam na cadeia. Outros estão presos sem jamais terem se envolvido em qualquer ação ilícita. Perder a liberdade não é uma boa situação para ninguém. Mas ser preso injustamente é infinitamente pior.
 
Isso aconteceu com Paulo e Silas. Não apenas foram presos, mas surrados – e em público! Não havia um processo formal contra eles, e isso era contra a lei local, pois eram cidadãos romanos. Apesar de Deus tê-los usado na cadeia de maneira maravilhosa para que o carcereiro e toda a sua família conhecessem a Cristo, Paulo reivindicou seus direitos de cidadão, exigindo que as autoridades viessem libertá-los pessoalmente. Elas se desculparam por sua ação injusta. 
 
Paulo e Silas agiram de maneira cidadã, e nos deixam o exemplo. Quantas vezes nossos direitos nos são negados - e o que fazemos? Em geral, nada! Nem por nós, nem pelos outros. E muitos ainda se escondem atrás de um falso zelo religioso afirmando que é uma atitude cristã não reivindicar seus direitos civis. Mas Paulo nos ensina aqui o oposto: é preciso fazer valer o que é o nosso direito legal perante as autoridades governamentais. Nossa sociedade é injusta e parte dessa injustiça decorre do nosso silêncio e da nossa conivência com o erro e com a própria falta de justiça.
 
Ser cristão é também trazer a justiça do Reino para todas as esferas da existência humana, de modo que todas as pessoas sejam tratadas dignamente, como Deus as trata. Os cristãos não devem ser grosseiros, mas também não omissos, pois quando reclamamos pelo que é justo e direito, abrimos portas para a defesa de outros também. Portanto, conheça e faça valer os seus direitos e os do seu semelhante, pois isso também é demonstrar amor e agir de maneira integralmente cristã! - WMJ
 

veja também