"Se não fosse a graça e misericórdia de Deus, não voltaria a jogar", diz Willian

O meia do Chelsea, Willian, contou que sua fé foi o fator mais importante para se restaurar após o falecimento de sua mãe.

Fonte: Guiame, com informações do 'O Tempo' - Super FCAtualizado: segunda-feira, 28 de agosto de 2017 12:55
Willian é jogador do Chelsea e conta que sua fé o ajudou a lidar com a dor do falecimento de sua mãe. (Foto: O Tempo - Super FC)
Willian é jogador do Chelsea e conta que sua fé o ajudou a lidar com a dor do falecimento de sua mãe. (Foto: O Tempo - Super FC)

"Só quem já perdeu a mãe sabe a dor que a gente sente". A frase do jogador Willian (Chelsea) pode ilustrar bem o contexto difícil que ele passou a viver desde o ano passado, quando sua mãe faleceu.

Porém o craque destacou o poder restaurador da fé e como Deus tem cuidado de sua vida, para que ele não desanime.

Em uma entrevista ao site 'Super FC', o meia falou sobre sua carreira e também sobre como Deus o tem o ajudado a superar e elaborar o luto, após a morte de sua mãe.

"Se não fosse a graça de Deus e a misericórdia dele, eu não teria forças para voltar, para continuar jogando", afirmou o jogador logo no início de seu depoimento sobre esta fase de superação.

"A cada dia que passa, a saudade vai aumentando e é bem difícil suportar. Às vezes você para, pensa e não acredita que aquilo tudo aconteceu, mas recebi recebi várias mensagens, tive apoio familiar da minha esposa, das minhas filhas, do meu pai, todos eles muito importantes neste processo", explicou.

Willian destacou que o apoio o carinho de amigos e outros jogadores que ele nem mesmo mantinha contato também foram muito importantes para esta fase de recuperação.

"Recebi palavras de apoio de várias pessoas próximas, amigos, jogadores, alguns que eu nem conheço, nunca conversei, sequer falei um oi, mas me mandaram mensagens, gestos de pessoas que eu nunca esperava que fosse falar um dia. Quando eu voltei para cá (Inglaterra), recebi o carinho de vários jogadores de outros times, depois das partidas, eles vinham até mim, perguntavam como eu estava, falavam para eu continuar forte, me davam um abraço. Fiquei muito grato pelo apoio que todos me deram e isto me fortaleceu muito", acrescentou.


Jogar no Brasil

Apesar da grande fase que Willian vive no Chelsea (conquistando o título na última temporada), Willian não descarta por completo a possibilidade de algum dia voltar a jogar no Brasil, mas reforçou que estes ainda são planos a longo prazo.

"Quem sabe daqui a alguns anos isso, se vier a acontecer, a gente tem que estudar direitinho, ver o que é melhor para mim", destacou o jogador antes de lembrar o seu carinho pelo time que ainda considera como uma família. "Costumo dizer que, como eu fui revelado no Corinthians e passei praticamente uma vida lá dentro, entrei no Corinthians como nove anos e fiquei lá até os meus 18, conheço muita gente no clube, tenho um carinho muito grande por todos lá, sempre fui torcedor antes de entrar no Corinthians, minha família é toda corintiana, por isso eu acho que voltaria para lá. Por ter esta identificação com o clube bem legal, eu voltaria ao Corinthians".

Em um rápido 'bate-bola' de perguntas respostas ao final da entrevista, Willian também revelou que seu filme preferido é "A Cabana" e sua música favorita é "Me Ajude a Melhorar", do cantor gospel Eli Soares.

 

Siga-nos

Mais do Guiame