"Sem a parte espiritual não funciona" diz um dos coordenadore da Marcha para Jesus

"Sem a parte espiritual não funciona" diz um dos coordenadore da Marcha para Jesus

Atualizado: Terça-feira, 7 Junho de 2011 as 12:14

Na tarde desta segunda-feira, o programa “Especial Marcha para Jesus 2011”, que é transmitido de segunda a sábado das 13h às 14h pela rádio Gospel FM, recebeu os coordenadores gerais da Marcha Para Jesus, bispo Julio Savani e pastora Sandra Bolognini.

Durante a entrevista realizada pelos apresentadores Giba de Jesus e Adriana Oliveira, os convidados deram informações sobre toda estrutura que envolve o evento.

Confira alguns trechos da entrevista:

Gilberto de Jesus: A partir do momento que terminou a marcha de 2010, qual foi o processo adotado para começar a organização da edição deste ano?

Bispo Júlio: Nós mantemos as coordenadorias e realizamos reuniões periodicamente. A bispa Fernanda Hernandes faz um balanço do que foi o evento, para que nós possamos melhorar. Nós também percebemos o retorno positivo da marcha. Nós realizamos com profissionalismo e excelência. A Marcha Para Jesus é realizada com os melhores equipamentos, a melhor luz, o melhor palco... Cada grupo de louvor se santifica antes de se apresentar. A Marcha Para Jesus é um mover incrível... Após o balanço, nós damos um intervalo de dois meses, por causa de outros eventos grandes e depois nós começamos a programar a próxima edição.

Pastora Sandra: É muito bom, porque quando termina uma marcha, aquele mover ainda fica “borbulhando” no nosso espírito. Nosso coração queima e nós começamos a ver o que precisamos melhorar. Nos seis meses que antecedem o evento, nós já nos preparamos. Eu e o bispo Júlio sentamos com o apóstolo Estevam Hernandes e já começamos a discutir, desde os primeiros passos, que estratégias vamos usar para melhorar, porque a Marcha Para Jesus é o único evento mundial que nunca acaba. A cada ano a Marcha Para Jesus só evolui.

  Giba de Jesus: Quantas coordenadorias são necessárias para a realização da Marcha Para Jesus?

Pastora Sandra: Nós temos 32 coordenadorias. Entre seguranças, que fazem o cordão de isolamento nos trios e auxiliam o povo durante o trajeto, nós temos três mil pessoas envolvidas. Todas são voluntárias.

  Giba de Jesus: Em relação à parte espiritual. Existe um grupo de intercessão? Como funciona?

Bispo Júlio: Sem a parte espiritual não funciona. Nós temos intercessão para tudo. Esse trabalho espiritual começa quatro ou cinco meses antes do evento. Quando termina uma marcha, os oficiais já começam a interceder pela outra. Nós temos grupos de intercessão que oram 24 horas por dia pelos pedidos de oração no nosso cenáculo. Temos um trabalho de intercessão para os órgãos responsáveis pela liberação da marcha e para o trajeto do evento. Nós ungimos e oramos. Oramos pela Policia Militar, pela CET, pelo Corpo de Bombeiros, enfim todos que estão envolvidos. Intercedemos para Deus abençoar e para conseguirmos liberações. É o nosso “Ministério da Defesa Celestial”.

Pastora Sandra: Nós vencemos essa guerra na oração. Às vezes, nós recebemos um “não” e começamos a orar e conquistamos o “sim”.

  Giba de Jesus: Quais são os órgãos que normalmente a coordenadoria precisa procurar para a realização do evento? Quem é responsável pela liberação da Marcha?

Bispo Júlio: Nós procuramos a CET, para a liberação do trajeto, a subprefeitura do Tucuruvi, subprefeitura da Sé, o 9º Batalhão de Polícia Militar Metropolitana e o Corpo de Bombeiros. São órgãos, que inclusive nos ajudam no dia do evento.

  Giba de Jesus: Anualmente, a Marcha Para Jesus acontece e consequentemente muitas barreiras são quebradas. Como vocês estão lidando com as autoridades?

Pastora Sandra: Hoje, está bem mais fácil. Durante esses dias, eu até estava comentando com o bispo Júlio como Deus vai nos aprimorando e nos liberando no caminhar. Antes a CET, por exemplo, chegava com diversos “nãos”. Muitas vezes, nós ficávamos até atordoados. Hoje em dia, é diferente. Houve uma liberação espiritual.

Bispo Júlio: Alguns órgãos, que antes se opunham em relação a tudo, muitas vezes pela falta de conhecimento da intenção e da proposta espiritual da marcha, atualmente, nos apoiam e nos compensam. Nós tivemos nas reuniões esse tipo de ação, o que é magnífico. Hoje também, a Marcha Para Jesus é amparada por leis federais, estaduais e municipais.

  Giba de Jesus: A Marcha Para Jesus também serve para abençoar o local. Isso está inserido na proposta espiritual?

Bispo Júlio: O Carandiru, por exemplo, era um lugar de opressão onde muitas pessoas morreram e é atualmente um parque lindíssimo. Quantas vezes, nós vimos o apóstolo Estevam profetizando em direção àquele lugar? Temos testemunhos incríveis da Marcha. A Marcha só abençoa. Não é uma forma de protesto. Nossa bandeira é Jesus Cristo.

Pastora Sandra: Nós passávamos e víamos os presidiários colocando suas mãos, lençóis, panos brancos, como uma forma de manifestação a favor da Marcha. Eu me arrepio só de lembrar.

  Giba de Jesus: Durante o trajeto da marcha como funciona a limpeza?

Pastora Sandra: A Marcha Para Jesus é conhecida como a “marcha limpa”. É um dos eventos mais limpos de São Paulo. Quando a marcha termina, não tem nenhuma sujeira na Avenida do Estado. Nosso povo é consciente, a maioria das pessoas leva um saquinho de lixo. Não são pessoas que bebem uma cerveja e jogam a latinha no chão, até porque os evangélicos não consomem bebidas alcoólicas. Em relação aos refrigerantes, as pessoas jogam as latinhas em suas próprias sacolas. Quando termina o evento, encontramos pouquíssima sujeira no chão.

Bispo Júlio: Nós vamos ter um exército da própria igreja e uma empresa especializada em limpeza, que é paga para realizar o serviço. No final da marcha, a empresa fica responsável por tirar fotos do trajeto do evento para averiguarmos a limpeza. Inclusive, eu, pessoalmente, dou uma olhada. A prefeitura também fiscaliza essa área do evento.

  Giba de Jesus: Tratando-se de transporte, vocês recomendam a utilização do transporte público. Em relação aos órgãos envolvidos, o que foi definido?

Bispo Júlio: A CPTM, Companhia Paulista de Trens Metropolitanos, nos mandou uma carta dizendo que aumentará a quantidade de trens circulando no dia do evento e que os intervalos serão reduzidos. Em relação aos metrôs, será a mesma coisa. Nós aconselhamos as pessoas a comprarem os bilhetes antecipadamente e não marcarem encontro na catraca ou nas entradas do metrô. Também recomendamos que as pessoas não gritem no vagão. Podemos manifestar a alegria e convidar as pessoas de outras formas. Vale a pena ressaltar que teremos orientadores uniformizados nas estações Luz e Sé.

  Giba de Jesus: Nós temos centenas de caravanas cadastradas. Como vão funcionar os bolsões de estacionamento?

Bispo Júlio: Inscrever a caravana nos ajuda principalmente em relação ao trânsito. As pessoas serão identificadas e direcionadas ao estacionamento que nós reservamos. É importante que cada caravana tenha um líder responsável e que esse líder tenha o contato de todos. No nosso bolsão, cabem mais de mil ônibus, que serão separados de acordo com a região. O bispo Moraes é o responsável por essa coordenadoria.

Pastora Sandra: Inclusive, nós estamos pedindo para que as caravanas coloquem no vidro da frente do carro ou do ônibus, o número da caravana e o nome da igreja. É interessante também dar o número de telefone de cada um para o motorista do ônibus, para evitar que as pessoas se percam. É importante saber o número de passageiros que seu ônibus tem também.

  Giba de Jesus: Além do que foi discutido, vocês têm mais alguma recomendação?

Bispo Júlio: Marchem, levem seus pedidos. No Renascer Hall (Rua Doutor Almeida Lima, 1290 – Mooca, São Paulo), estamos distribuindo papéis em formato de palmilhas para as pessoas anotarem seus pedidos. Participe, é uma marcha profética. A orientação principal é que você marche.

Pastora Sandra: Não se esqueça de antes da marcha beber bastante líquido e tomar um café da manhã reforçado, de preferência com uma alimentação leve para você não passar mal. É importante levar lanche, porque o evento tem em média dez horas de duração.

  Giba de Jesus: Para finalizar, como será a concentração? Como será a estrutura dos shows?

Pastora Sandra: Nós estamos explodindo. Teremos um palco maravilhoso com 20 metros de boca. Teremos 20 tendas e banheiros químicos para todos. Vamos utilizar os melhores equipamentos de som e iluminação. Estamos preparando tudo com excelência.  

veja também