Senado faz homenagem aos 150 anos da Igreja Presbiteriana do Brasil

Senado faz homenagem aos 150 anos da Igreja Presbiteriana do Brasil

Atualizado: Quarta-feira, 21 Setembro de 2011 as 8:26

O Senado prestou homenagens à Igreja Presbiteriana do Brasil nesta segunda-feira (19) por seus 150 anos de fundação.

Participaram da solenidade o senador Marcelo Crivella (PRB-RJ), autor do requerimento de homenagem, e os senadores Cristovam Buarque (PDT-DF), Wellington Dias (PT-PI) e Geovani Borges (PMDB-AP), além do reverendo Guilhermino Cunha, presidente da Catedral Presbiteriana do Rio de Janeiro, segundo relatou a Agência Senado.

Cantando a música "Amor ao Senhor", o coral masculino de africanos de Angola e Congo participou da homenagem.

A presidente da República, Dilma Rousseff, e a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, enviaram mensagem parabenizando a Igreja Presbiteriana pelo aniversário, e ressaltaram ainda a atuação da instituição em vários segmentos.

Marcelo Crivella, comentou na ocasião: "queremos construir um Brasil rico, poderoso, culto, mas também justo e humano, um Brasil que não se afaste dos nossos princípios sagrados que estão na Bíblia e que, assim, possamos legar aos nossos vindouros, aos nossos pósteros, um Brasil onde o Evangelho tenha liberdade".

O senador declarou também que as igrejas cristãs devem continuar a ter liberdade para ensinar os preceitos bíblicos, destacando a necessidade de haver respeito às diversas formas religiosas e criticou intenções de intervenção em igrejas ou de censura à Bíblia.

O senador Cristovam Buarque (PDT-DF) destacou a atuação da Igreja Presbiteriana na área da educação e a atuação da instituição na preservação de valores. De acordo com ele, em decorrência da realidade social do país, ocorre um processo de degradação de valores essenciais à sociedade.

"Imagino como nós estaríamos se não fosse esse processo de evangelização recente no Brasil", observou Cristovam Buarque, que também falou sobre a história da Reforma Protestante.

veja também