Senador evangélico fala sobre encontro com embaixador do Irã

"Não vi mentira nos olhos do embaixador" diz Magno Malta

Atualizado: Quarta-feira, 7 Março de 2012 as 10:26

Após se reunir com embaixador do Irã no Brasil,Mohamad Ali Ghahezadeh,o senador Magno Malta afirma ter visto sinceridade nas palavras de Mohamad que Yousef Nadarkhani não foi condenado à morte por enforcamento. Segundo o diplomata, ele não teria sido preso por apostasia, mas por roubo e prostituição. Além disso, acrescentou que o julgamento ainda não ocorreu e que Yousef não seria reconhecido como pastor e não está preso por ser cristão.

- Saí de lá aliviado. Não vi mentira nos olhos do embaixador. Não está condenado à morte por forca. Ainda há processo em andamento e nós vamos ficar monitorando – declarou o senador, salientando o respeito com o Brasil trata pessoas de todas as confissões de fé, inclusive muçulmanos.

 

veja também