Senador Magno Malta receberá título de Cidadão Várzeagrandense

Senador Magno Malta receberá título de Cidadão Várzeagrandense

Atualizado: Segunda-feira, 10 Maio de 2010 as 9:35

O senador Magno Malta, presidente da CPI da Pedofilia, estará em Cuiabá no dia 20 de maio. O parlamentar participará da abertura do Seminário Estadual - Mato Grosso contra a Pedofilia. Ele também será um dos palestrantes do evento, que ainda não tem local definido para acontecer, na oportunidade será homenageado pela Câmara Municipal de Várzea Grande. O Legislativo concedeu ao senador o título de cidadão Várzeagrandense, por meio de projeto de autoria do vereador Toninho do Gloria líder da bancada do PV e presidente da ONG MT Contra a Pedofilia.

Em Mato Grosso a ONG "MT Contra a Pedofilia presidida pelo vereador Varzeagrandense Toninho do Gloria'' atua como um braço da CPI da Pedofilia no Senado Federal. Segundo o presidente da ONG, existem muitos tabus a serem quebrados para a conscientização das crianças para denunciar o abuso sofrido, como a implantação da disciplina de educação sexual nas escolas. ''Só assim nossas crianças estarão preparadas para quando forem abordadas por pedófilos'', diz o presidente da ONG MT Contra a Pedofilia, vereador de Várzea Grande, Toninho do Glória (PV),que tem se destacado o parlamentar mais atuante de MT.

O senador Magno Malta é presidente da CPI da Pedofilia e é responsável pela qualificação de crime a posse de material pornográfico infantil e, pelo sucesso da Operação Turko, que no Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes, cumpriu, através da Policia Federal, 92 mandados de busca e apreensão em 20 estados e no Distrito Federal, com a prisão de dez pessoas.

Magno Malta

Músico e pastor evangélico, ele nasceu em Itapetininga (BA), filho de Ameliano Malta e Edalia Pereira de Souza. Casou-se Kátia Santos Gomes Malta, com a qual teve três filhas: Magna Karla, Magda e Jaislyne.

Formou-se em Teologia, no Seminário Teológico Batista do Norte do Brasil, em Recife (PE). Desenvolveu sua carreira política no Espírito Santo. Foi vereador em Cachoeiro do Itapemirim entre 1993 e 1994, deputado estadual (1995 a 1998), deputado federal (1999 a 2003) e senador (2003 a 2011).

No Senado, Malta é integrante de sete comissões: Constituição, Justiça e Cidadania; Infraestrutura, Mista de Planos, Orçamento Público e Fiscalização; Assuntos Sociais; e Mistas de Inquérito – Banestado, Bingos e CPI da Pedofilia.

Magno Malta também tem duas publicações, com os títulos "E agora doutor?" e "Deus tem um trato comigo", ambas da Editora Agência Soma. O senador participou ainda de três missões no exterior, sendo uma no Paraguai, em 2000, na audiência com o presidente Luís Angel Gonzáles.

As outras duas foram na Itália, uma para a Conferência Política de Alto Nível para assinatura da Convenção da ONU contra a Delinqüência e o Crime Organizado Transnacional e seus Protocolos também em 2000, e outra para conhecer o modelo da Operação Mãos Limpas daquele país para combater o crime organizado, em 2003.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também