Sete cristãos egípcios foram julgados por filme anti-islã

Cristãos são condenados a morte no Egito

Atualizado: Quarta-feira, 28 Novembro de 2012 as 8:48

Cristãos egípcios foram condenados a morte nesta quarta-feira (27) no Egito. Julgados à revelia pela participação em um vídeo anti-islã que foi divulgado na internet em setembro e que provou protestos violentos em vários países muçulmanos, os cristãos foram condenadas por insultos à religião islâmica através da participação na produção e distribuição de um filme que insulta o islã.

Conforme publicado no G1, o filme 'Inocência dos Muçulmanos" foi dirigido e produzido por Nakoula Basselet Nakoula, sob o pseudônimo de Sam Bacile e denigre o profeta Maomé e provocou protestos contra os Estados Unidos e ataques a embaixadas ocidentais em vários países muçulmanos.

Condenado, o diretor do filme afirma ter trabalhado com 60 atores e uma equipe de 45 pessoas na Califórnia, durante três meses, no filme de duas horas. "O filme é político. Não religioso", disse.

veja também