Silas Malafaia: "A minha consciência não está à venda para ninguém"

Silas Malafaia: "A minha consciência não está à venda para ninguém"

Atualizado: Quinta-feira, 9 Junho de 2011 as 8:28

O pastor Silas Malafaia enviou uma nota para a imprensa explicando do que se trata a proposta de emenda à Constituição do Estado do Rio de Janeiro a PEC 23/2007, esse projeto está em trâmite na Assembleia Legislativa e tem o objetivo de incluir a orientação sexual (LGBT) no rol dos direitos fundamentais previstos na Constituição estadual.

No texto Malafaia afirma que a primeira votação que aconteceu em 25 de maio, e findou a aprovação da proposta, a bancada religiosa não percebeu o jogo e votou a favor. "É bem verdade que, naquela ocasião, tanto a bancada evangélica como a católica não perceberam o jogo e votaram a favor da PEC 23/2007, inclusive meu irmão, deputado Samuel Malafaia. Fizeram isso não porque apoiam essa emenda, mas por não terem observado minuciosamente a proposta. Tanto que foram os próprios parlamentares cristãos que me alertaram. Agora eles estão empenhados para que essa emenda não seja aprovada na segunda votação" escreveu.

Concluindo o pastor disse que a postura dele não é baseada na atitude dos outros." O que eu acho engraçado é dizerem que eu critiquei a PEC 23/2007 porque não observei que meu irmão havia votado a favor, como se minha postura fosse baseada pela atitude dos outros, sejam membros da minha família ou não. Com todo o respeito, querem insinuar que eu sou um mau-caráter, que ficaria calado se soubesse que meu irmão cometeu um erro. Pelo jeito vocês ainda não me conhecem. A minha consciência não está à venda para ninguém" finalizou.

Por Pollyanna Mattos

veja também