Silas Malafaia comenta ação instaurada contra ele pelo Ministério Público

“Vou as últimas consequências na Justiça" avisa Malafaia

Atualizado: Quarta-feira, 22 Fevereiro de 2012 as 12:29

O Ministério Público Federal em São Paulo instaurou inquérito contra o pastor Silas Malafaia pedindo sua retratação por um discurso considerado homofóbico.

Segundo a ação os comentários foram feitos em julho de 2011 no programa “Vitória em Cristo” em meio ao debate sobre a proposta de lei para criminalizar a homofobia.

Para Malafaia querem “rasgar” a Constituição para beneficiar os homossexuais. “Em hipótese alguma vou pedir retratação, pois isso é um absurdo. Os gays manipularam a minha fala para me incriminar, e sou eu que tenho de pedir retratação? Isto deve ser uma brincadeira.Vou às últimas consequências na Justiça.” disse ele.

A ação também foi movida contra a TV Bandeirantes e segundo o procurador Jefferson Aparecido Dias, a emissora deve impedir que mensagens homofóbicas sejam exibidas em sua programação.

Aparecido Dias pede a retratação do pastor na TV, que deve ter, no mínimo, o dobro do tempo usado para fazer os comentários e quer  ainda que Malafaia não faça mais discursos que poderiam ser considerados homofóbicos.

 

veja também