Sinais externos de religiosidade não significam uma vida no Espírito

Sinais externos de religiosidade não significam uma vida no Espírito

Atualizado: Terça-feira, 27 Novembro de 2012 as 10:02

 

Leitura Bíblica
Juízes 13.1-5
 
Não se passará navalha na cabeça do filho que você vai ter (Jz 13.5a).
 
Lembro de, quando criança, ter visto um desenho animado em que o cabelo de Sansão teria sido usado para tecer um boné, e o “herói” ficava forte apenas se este estivesse sobre sua cabeça. 
 
Mas Sansão não é uma lenda. Sua história é narrada na Bíblia e se refere a um período conhecido como “dos juízes”, líderes nacionais levantados e capacitados por Deus para conduzir o povo de volta ao relacionamento com ele e para livrá-lo da opressão dos belicosos vizinhos. Sansão foi um desses líderes, e no texto fica claro que foi escolhido para essa missão desde antes de ser gerado. Como sinal de seu compromisso com aquele que o chamou, deveria cumprir certas orientações, inclusive não cortar o cabelo. Mas o cabelo em si, evidentemente, não tinha poder algum; a força sobrenatural de Sansão não vinha dele ou de qualquer outro sinal externo, mas da ação do Espírito Santo de Deus sobre ele para dar conta da missão. Esta, aliás, era muito mais do que matar montanhas de inimigos com uma queixada de jumento, ou ter o nome gravado na história – era liderar seu povo de volta a Deus. E nisto ele parece ter falhado – ele mesmo não foi um servo obediente e consagrado.
 
Ainda hoje me entristeço ao ver gente buscando o poder pelo poder - querendo ser cheio do Espírito para vencer lutas circunstanciais da vida, sejam elas doenças, problemas profissionais, conflitos relacionais, ou outras. Sua visão é egocêntrica e pode haver um sentimento de superioridade.
 
A vontade expressa de Deus – e, portanto, nossa missão – é resgatar a humanidade da escravidão ao Maligno, chamando gente de todos os povos e raças não para se prostrar diante dele como a Divindade que habita na luz inacessível, mas para ser sua morada e chamá-lo de Pai. Enfim, ter um relacionamento com ele e viver cada dia manifestando Jesus Cristo ao mundo – e isto só é possível com o revestimento de poder do Espírito Santo. - MHJ
 

veja também