Snoop Dogg testemunha sua transformação em premiação: "Eu sou um novo homem"

O rapper participou da premiação BET Awards com um coral gospel, cantando com o pastor Tye Tribbett e o ator Jamie Foxx.

fonte: Guiame, com informações de The Christian Post

Atualizado: Sexta-feira, 29 Junho de 2018 as 12:19

Snoop Dog fechou o BET Awards junto com um grande coral de música gospel. (Foto: Leon Bennett)
Snoop Dog fechou o BET Awards junto com um grande coral de música gospel. (Foto: Leon Bennett)

Em sua apresentação na premiação BET Awards 2018, o rapper Snoop Dogg surpreendeu a multidão com uma elaborada performance gospel, onde declarou que ele agora é um "novo homem".

Usando uma roupa característica no coral, ele transformou o palco em uma réplica de igrejas com vitrais. “Eu acho que você poderia dizer que eu sou um novo homem”, declarou.

“Veja que os caras do rap geralmente não são batizados. Mas, como você pode limpar seus pecados sem isso? Faça você querer pensar no que é correto. O reverendo fala da Luz. Hoje é o dia para você corrigir sua vida”, diz a letra da música “Sunrise”, gravada pelo rapper no disco “Bible of Love”, seu primeiro projeto gospel.

“Meu Deus, se Tu és bom o suficiente, saberás que eu não preciso que chova. Com apenas um nascer do sol minha vida, colisões e contusões. Cicatrizes de batalha tinham que provar minha lealdade. Estes são dias melhores. Cantando louvores ao seu nome por me salvar do meu passado. Segundas chances vêm com cada nascer do sol”, continua a canção.

O ex-membro da gangue dos Crips escreveu suas letras atrás de um púlpito de madeira, adornado com uma cruz. Snoop lançou seu primeiro álbum gospel, “Bible Of Love” neste ano e muitos cristãos expressaram ceticismo, devido à sua história. Mas, o premiado rapper se defendeu alegando que as pessoas na igreja deveriam "receber os pecadores".

Snoop fechou o BET Awards junto com o ator Jamie Foxx e o pastor Tye Tribbett. Os três se juntaram a um enorme coral gospel e concluíram a noite cantando o refrão: "Tudo vai dar certo".

Foxx até conduziu seus filhos a recitarem os livros da Bíblia no palco enquanto cantavam.

Passado

Com mais de duas décadas na indústria da música, Snoop Dogg (cujo nome real é Calvin Broadus) tem sido popular entre as gerações. Mas ele também tem uma história alarmante de crime e exploração sexual.

Em uma entrevista de 2013 com a revista Rolling Stone, ele se gabou de ser um ex-cafetão que fez sexo e prostituiu mulheres jovens em uma turnê nacional pela Playboy.

Ele também ganhou quatro prêmios da indústria pornográfica por trabalhar com Hustler para filmar dois filmes pornográficos. Em 2004, o artista foi alvo de uma ação judicial na qual ele foi acusado por garotas de 17 e 18 anos de oferecer álcool, ecstasy e maconha em uma festa.

Em 2009, Snoop Dogg anunciou que havia se juntado à Nação do Islã, mas mudou de rumo e se tornou um Rastafari em 2012, após um curto período como artista de reggae. Hoje ele afirma ser um novo convertido ao cristianismo.

“Bible Of Love” é o 16º álbum de estúdio de Snoop e ele acredita que esta é a direção que ele pretende permanecer. O álbum traz colaborações com lendas do gospel como Kim Burrell, The Clark Sisters, assim como artistas contemporâneos Mali Music e B Slade.

Confira o encerramento da premiação:

veja também