Sob o manto de Deus

Sob o manto de Deus

Atualizado: Segunda-feira, 14 Fevereiro de 2011 as 1:56

Diariamente, ao voltar para casa, à sombra do crepúsculo, debruço-me sobre as lembranças do dia que passou. Apesar de todas as lutas, adversidades, apesar de tudo, estou vivo e feliz. O que faz com que eu me sinta assim? De onde emerge esta certeza de que não estou só e de que, dia após dia, minha existência percorre o caminho da vitória com as marcas da esperança?

Dentro de casa, penso no valor de se ter um lar. A família é um tesouro precioso, incalculável. Só é possível imaginar seu valor quando um dia ele nos é roubado. A família tem um quê de sagrado. Nesta vida nada se compara à liturgia afetiva do lar: os abraços, os olhares, o carinho, o aconchego e até nas tensões... Talvez, por isso mesmo, inúmeras forças ocultas atentem contra a família, o lar! Apesar de tudo, minha família está firme, minha casa ainda é um lar! Como ainda é possível viver assim?

Tenho a consciência plena de que a vida não está fácil; não está para brincadeira. Quando saímos de casa, expomo-nos e redemo-nos ao fluxo das incertezas. A violência anda a solta, comandando o pânico nas esquinas. Contudo, não podemos parar. A existência é cheia de surpresas, e são muitas as esquinas da vida por onde ainda teremos de passar. Apesar de tudo, ergo minha cabeça e caminho seguro, olhando esperançoso para o amanhã. O que me faz viver assim?

Às vezes, no trânsito lento, a caminho do trabalho, no silêncio contemplativo das madrugadas, lembro-me daquelas palavras de Jesus Cristo: No mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo. Então, penso: “Ah, meu Senhor, apesar das aflições, estou me sentido feliz! Não obstante as incertezas, consigo caminhar em paz. E, em meio a tantas provações, minha fé está cada vez mais firme em Ti. Como é possível viver assim? Ao meu redor muitos estão caindo, estavam sustentados pelas muletas da incredulidade...”

Só me resta uma certeza agora: minha vida está coberta pela proteção de Deus. Ele com Seu manto — invisível, mas real — faz-me viver assim: seguro e feliz!

Se cada um de nós estendesse o significado da proteção de Deus, de Seu agir silencioso em nossa vida, com certeza teríamos mais motivos para continuar lutando de cabeça erguida, com olhos cheios de alegria e muitos sonhos aquecendo nosso coração. Sabe por quê? Porque a vida é um desafio constante. O tempo não para, como também não param as forças que atentam contra nossa felicidade.

Quando a noite abraça o dia e obriga-me a parar, volto a lembrar que estou vivo e em paz. Deus tem protegido os meus caminhos. O que me faz pensar assim? Enquanto escrevo estas palavras, vem-me uma certeza inabalável: sei que Deus me protege com o Seu manto! Sou um ser movido à esperança, com o coração transbordando de paz, apesar de tudo! É Deus quem me faz viver assim!

Pr. Estevam Fernandes de Oliveira

Estevam Fernandes   ingressou no Seminário Teológico de Recife (PE) ainda jovem, em 1976, influenciado pelo seu irmão, Eli Fernandes (atualmente também pastor). Em1980, ainda seminarista assumiu o cargo de pastor auxiliar temporariamente na Igreja de Ilhéus (BA). Atualmente pastoreia a Primeira Igreja Batista de João Pessoa (PB).

veja também