Sobrevivente de aborto se torna ativista pró-vida: “Minha vida é um milagre”

Melissa Ohden, de 44 anos, tem compartilhado sua história para conscientizar sobre os males do aborto.

Fonte: Guiame, com informações de FaithwireAtualizado: quinta-feira, 2 de dezembro de 2021 15:01
Melissa Ohden, de 44 anos, é uma sobrevivente de uma tentativa cruel de aborto. (Foto: Facebook/Melissa Ohden).
Melissa Ohden, de 44 anos, é uma sobrevivente de uma tentativa cruel de aborto. (Foto: Facebook/Melissa Ohden).

Melissa Ohden, de 44 anos, é uma sobrevivente de uma tentativa cruel de aborto. Ela compartilhou sua história com a CBN News, nesta terça-feira (30).

“Minha vida é um milagre indefinidamente”, declarou. “Eu sou um dos bebês que viveram para contar sua história de um aborto fracassado. Minha mãe biológica foi forçada a fazer um aborto pouco depois que a prática foi legalizado aqui nos Estados Unidos”.

Ohden revelou os detalhes traumáticos de sua sobrevivência. “O procedimento ao qual sobrevivi foi um aborto por infusão salina e envolveu a injeção de uma solução salina tóxica no líquido amniótico que me rodeava no úter. “Eles induziram minha mãe biológica e eu nasci viva acidentalmente naquele dia”, disse.


Melissa Ohden. (Foto: Arquivo pessoal).

Há 15 anos, Melissa se tornou uma ativista pró-vida, compartilhando sua própria história para conscientizar sobre os males do aborto. A mulher também fundou a “Abortion Survivors Network”, uma organização que ajuda sobreviventes de aborto a encontrarem cura emocional. 

A ativista disse que está esperançosa que o julgamento do caso Dobbs v. Jackson Women's Health, em andamento na Suprema Corte dos EUA, reverta a decisão de 1973 Roe v. Wade, que discriminalizou o aborto em todos os estados americanos.

“Tenho toda a esperança de que [Dobbs] seja a ruína de Roe v. Wade. Deus planejou a vida e é realmente essa condição humana quebrada que nos trouxe a este lugar. Que situação incrivelmente triste nós enfrentamos”, afirmou. 

Para aquelas pessoas que ainda estão “em cima do muro” sobre o aborto, Melissa deixou uma mensagem: “Você tem um aniversário. E eu tenho um dia que comemoro como meu aniversário, que por acaso é o dia em que nasci viva por acidente. Qual é a diferença entre você e eu? Por que outras pessoas podem ter o direito à vida, à liberdade e à busca da felicidade, mas temos toda uma população de pessoas que não têm esse direito?”. 



Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições