Sociedade Bíblica ainda enfrenta oposição do governo no Uzbequistão

Sociedade Bíblica ainda enfrenta oposição do governo no Uzbequistão

Atualizado: Sexta-feira, 4 Março de 2011 as 4:17

Apesar de ser registrada oficialmente no país, a Sociedade Bíblica continua perseguida pelo Uzbequistão. Funcionários relataram ao Forum 18 que as pressões foram além do âmbito da organização, chegando às igrejas.

Estas foram alertadas a não sediar qualquer encontro da Sociedade Bíblica, que por isso foi forçada a se reunir ao ar livre para uma Assembleia Geral. Apesar do local, 10 das 14 regiões do país tiveram representantes das igrejas Batista, Protestante, Pentecostal, Adventista do Sétimo dia, Luteranos e Católicos.

Além disso, o novo diretor da Sociedade Bíblica Aleksey Voskresensky deixou seu cargo de professor no Seminário Protestante Tashkent, sob a pressão do Comitê de Assuntos Religiosos do Estado.

Anteriormente, os oficiais do Estado disseram aos funcionários da Sociedade Bíblica que "não é necessária a importação de Bíblias no Uzbequistão, já que há uma versão eletrônica da Bíblia na internet e é o suficiente."

Membros da Sociedade Bíblica se queixaram ao Forum 18 que as autoridades estão “determinadas a impedir a importação de Bíblias nas línguas nacionais, e querem impedir a distribuição da Bíblia no país. Podemos ver a hipocrisia na conversa sobre a Constituição e a democracia no Uzbequistão."

Begzod Kadyrov, responsável pelo Comitê de Assuntos Religiosos e Akborhon Nabirayev, responsável pelo departamento do Ministério de Justiça, foram procurados pelo Forum 18 e se recusaram a discutir a questão.

Tradução: Carla Priscilla Silva

veja também