Sonhos despedaçados

Sonhos despedaçados

Atualizado: Terça-feira, 16 Dezembro de 2008 as 12

É muito comum achar que a conversão espiritual é uma passagem de primeira classe para um mundo perfeito, onde a vida é sem dor e não há sofrimento. Afinal de contas, o Senhor é bom e isto é um fato incontestável. No entanto, mesmo o mais fiel cristão já passou pela experiência de ver um sonho reduzido a pó, um plano aparentemente muito bom esfacelado. Nestes momentos, é impossível não deixar de questionar: como explicar que o Deus Todo-Poderoso não se dignou a usar um pouco de seu poder para ajudar?

Em "Sonhos despedaçados", Larry Crabb se dispõe a explicar esta aparente contradição. Com franqueza e objetividade, ele confronta a espiritualidade vazia dos tempos atuais, contaminada pelo individualismo e pelo forte apelo consumista, que apresenta um mundo irreal, no qual só os fracos não conquistam os alvos de suas ambições.

Em contraponto a esta ideologia, o autor mostra que a experiência da desilusão também tem um aspecto extremamente positivo, na medida em que conduz a alma a um conhecimento mais profundo dos mistérios do Deus vivo. Crabb não propõe ao leitor que ignore o sofrimento ou finja que ele não existe - pelo contrário, ele descortina as amplas possibilidades de crescimento espiritual a partir dos "sonhos despedaçados".

Autor: Larry Crabb

Postado por: Claudia Moraes

veja também