"Sou grata a Deus e todo o povo da Argentina pela benção” diz presidente da Argentina

Cristina Kirchner agradece orações após ser curada de câncer

Atualizado: Segunda-feira, 30 Janeiro de 2012 as 10:45

Seguindo o mandamento bíblico para “orar por aqueles que os governam” os cristãos evangélico fizeram uma corrente de oração pela recuperação da presidente.  O Centro Nacional de Oração  , cuja sede está estrategicamente localizado em frente ao Congresso Nacional no desenvolvimento político, religioso e econômico da Argentina, o chamado “corpo de Cristo” fez o apelo para orar pela saúde da presidente Cristina Fernandez de Kirchner , a ser operado de câncer de tireóide. “O comunicado divulgado pela organização liderando Alejandro Rodriguez trazia a proposta para evangélicos orar pela saúde do presidente e pela  intervenção que seria submetida a presidente” podemos ver que o Senhor pessoalmente interviu nesta situação. “ Também  ACIERA   (Igreja Cristã da Aliança Evangélica da Argentina) tinha publicamente chamado para a oração para o presidente de seu país.  
Cristina disse que “Quando o médico me disse que não tinham encontrado as células do câncer (na tireóide removida), que foi a única vez que eu comecei a chorar “, quando ele revelou os detalhes do que aconteceu no sábado, 7 de janeiro em seu quarto no Hospital Austral, Pilar, três dias após a intervenção do cirurgiões. E ela disse que  o chefe cirurgião Peter Sack ter considerado um “milagre” que na análise feita após a retirada da tiroide antes diagnosticada cancerígena, não mostraram vestígios de células cancerosas no pós operatório. O mesmo pensam os evangélicos que oravam para ela, que foi um milagre de Deus, afirmando assim então de uma vez por toda que a ciência e a fé coincidem no mesmo diagnóstico.
Em uma coletiva a imprensa no dia 25 de janeiro a primeira coisa que a presidente fez questão de mostrar foi a cicatriz de vários  centimentros da operação feita no dia 4.  O procedimento cirúrgico foi acompanhado pela  sua próprios equipe de médicos que confirmaram em exame que a Presidente tinha câncer , mas quando foi retirado a glândula as células cancerosas que tinha aparecido na biópsia antes da cirurgia simplesmente tinha desaparecido.
A Presidente disse que foi “um momento de grande emoção.” “Eu não conseguia definir tanta alegria. É um momento único, para ser vivido “, disse ela.  “A presidente da nação é grata a Deus e todo o povo da Argentina pela benção”, disse ela a imprensa ao sair da clínica sabre o diagnóstico.

veja também