Tarde dos Milagres reúne mais de 30 mil em Manaus (AM)

Tarde dos Milagres reúne mais de 30 mil em Manaus (AM)

Atualizado: Quarta-feira, 2 Setembro de 2009 as 12

A Tarde dos Milagres em Manaus, organizada pela Igreja Universal do Reino de Deus, aconteceu no Centro Cultural dos Povos da Amazônia, onde mais de 30 mil pessoas estiveram presentes no dia 26 de agosto. O forte calor não foi obstáculo para impedir que a multidão comparecesse em massa. O evento foi marcado por muitos milagres.

Dona Elba é uma das que expermentou um milagre: ela afirma que há 10 anos não andava, e os médicos a tinham desenganado. Após a oração da fé, ela se levantou da cadeira e andou.

O bispo Carlos Alberto intercedeu pelas famílias manauenses. Ele citou a passagem bíblica em 1 Coríntios 15:41, que diz: "Uma é a glória do sol, outra a glória da lua, e outra, a das estrelas; porque até entre estrela e estrela há diferença de esplendor".

Segundo o bispo, o sol é a maior fonte de energia existente no planeta – sua luz é própria. Ele ressaltou que, por não ter luz própria, a lua depende do sol para brilhar.

"Assim acontece na vida secular, pessoas que vivem na dependência de terceiros. Vivem na sombra dos outros para galgar alguma conquista na vida. Filhos que depois de atingir a maior idade ainda vivem na dependência dos pais para tudo", observou.

O bispo Carlos Alberto acrescentou que, na vida espiritual, não tem sido diferente, pois muitos, em busca de resolver um problema familiar, financeiro, ou em qualquer área de sua vida, vivem na dependência da fé alheia.

"E quando vem a decepção, logo se afastam da presença de Deus. Culpam a tudo e a todos. Mas, na verdade, elas foram as responsáveis pelo seu fracasso. Pois não procuram ter luz própria, que é viver pela fé, e não depender da fé de um obreiro, pastor ou bispo. Pois assim está escrito: 'Toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vem do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação (Tiago 1.17)'", frisou o bispo.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também